PUBLICIDADE

Personalidades e políticos lamentam morte de Agnaldo Timóteo

Cantor morreu neste sábado, no Rio de Janeiro, por causa de complicações do novo coronavírus

3 abr 2021 17h13
| atualizado às 17h48
ver comentários
Publicidade

Fãs, artistas e políticos lamentaram nas redes sociais a morte do cantor Agnaldo Timóteo, na manhã deste sábado, 3, no Rio de Janeiro. Aos 84 anos, ele estava internado desde o dia 17 de março e foi vítima de complicações da covid-19.

O intérprete Neguinho da Beija-Flor deu um depoimento emocionado à GloboNews, em que destacou a potência vocal do amigo, mesmo aos 84 anos. "A maior voz do País". Ele frisou o medo que Timóteo tinha de contrair a covid-19. "Ele era um cara precavido, se resguardava", relatou Neguinho, que já teve a doença. "Vamos nos precaver, usar máscara e ficar em casa. É isso que acontece. Perde-se amigos, parentes", lamentou.

Agnaldo Timóteo estava internado com coronavírus e morreu em decorrência de complicações da doença
Agnaldo Timóteo estava internado com coronavírus e morreu em decorrência de complicações da doença
Foto: Reprodução/ TV Globo / Estadão

O cantor Ronnie Von destacou o lado humano de Timóteo e sua preocupação com colegas da classe artística que passavam por dificuldades. "Por mais discutível que seja a postura de Agnaldo na política, de polemizar e criar certos desconfortos em vários segmentos, ele era um ser humano de primeira grandeza", disse.

Políticos também se despediram do cantor, que começou a atuar na política a partir de 1982, na época como deputado federal no Rio de Janeiro, pelo PDT. "Vá em paz Agnaldo Timóteo! Um abraço solidário aos familiares e amigos", disse Manuela D'Ávila (PCdoB) no Twitter.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) também se solidarizou: "Sempre nos esbarrávamos no Rio e, como sempre, ele muito gentil. O cantor de longa estrada e também de vida política deixa família, amigos e milhares de fãs com saudades", declarou.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, também lamentou a morte. "Meus sentimentos à família do cantor e ex-deputado federal Agnaldo Timóteo, que nos deixou neste sábado aos 84 anos. Grande perda para o país, deixa um legado inestimável aos seus fãs!", afirmou.

Agnaldo Timóteo era botafoguense fanático e foi homenageado pelo clube em nota. "Com muita dor, o Botafogo lamenta a morte de Agnaldo Timóteo, cantor e compositor brasileiro, botafoguense apaixonado. O Clube deseja conforto aos amigos e familiares neste momento difícil".

O humorista e também alvinegro, Marcelo Adnet, também deu seu depoimento. "Vá com Deus, grande botafoguense! Lamentável fase do nosso país! Cuidem-se!", escreveu.

Estadão
Publicidade
Publicidade