PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Justiça nega pedido de perícia psicossocial em filho de Gal Costa

O pedido partiu de Wilma Petrillo, a viúva da cantora, que alegava que o herdeiro estava vulnerável e sendo manipulado pela namorada

23 abr 2024 - 07h14
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação/Globo / Pipoca Moderna

A Justiça de São Paulo negou a solicitação de Wilma Petrillo, viúva de Gal Costa, para que o herdeiro Gabriel Costa fosse submetido a uma "urgente perícia psicossocial". Segundo ela, o filho da cantora estaria sendo manipulado pela atual namorada, que seria 33 anos mais velha.

O juiz Ricardo Pereira Junior, da 12ª Vara da Família e Sucessões da capital, considerou que o estado mental de Gabriel não é tema do processo em questão, aberto para a anulação de um documento assinado pelo jovem reconhecendo a união estável de Gal e Wilma.

O magistrado ainda destacou que Gabriel já é maior de idade e que a apuração da capacidade civil deveria ser feita em ação própria. "Apuração da capacidade civil do autor deve ser feita por quem de direito e em ação própria, se for o caso", decidiu Junior.

Disputa por herança

Os pedidos de Wilma Petrillo são uma resposta ao processo judicial movido por Gabriel Costa, que pede a nulidade de um documento assinado por ele que reconheceu a união estável da cantora. O herdeiro afirma que apenas escreveu a carta por ter sido coagido por Wilma, com quem ele dividia a mesma residência.

Gabriel Costa também sustenta o argumento de que as coações começaram a partir da morte de Gal Costa, em novembro de 2022, quando passou a ser submetido pela viúva a ingerir medicamentos de receita controlada.

Já a viúva alegou à Justiça que o jovem está em extrema vulnerabilidade, e disse que ele parou de frequentar as consultas com psiquiatra e psicólogo depois que iniciou o relacionamento com a mulher de 51 anos, que seria mãe da ex-namorada.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade