0

“Agora ele está livre de dor”, diz viúva de Bennington

"Nós tivemos uma vida de conto de fadas e agora virou uma tragédia de Shakespeare", escreveu Talinda Bennington em comunicado

28 jul 2017
17h14
atualizado às 19h58
  • separator
  • 0
  • comentários

Após uma semana da morte de Chester Benington, vocalista do Linkin Park, Talinda Bennington, viúva do cantor, divulgou um comunicado à revista Rolling Stone. À publicação, ela disse: "há uma semana eu perdi minha alma gêmea e meus filhos perderam seu herói, o pai deles. Nós tínhamos uma vida de conto de fadas e, agora, se tornou uma trágica história de Shakespeare. Como seguir em frente agora? Como faço para reconstruir minha alma? A única resposta que sei é criar nossos filhos com o amor que sobrou. Quero que minha comunidade e os fãs em todo o mundo saibam que recebemos seu amor. Também sentimos sua perda".

Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, foi encontrado morto em sua casa, em Los Angeles.
Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, foi encontrado morto em sua casa, em Los Angeles.
Foto: Rich Fury / Getty Images


Ainda no comunicado, Talinda completou: "meus filhos são muito jovens para perderem o pai e eu sei que todos vocês ajudarão a manter sua memória viva. Ele era uma alma brilhante, amorosa com voz de anjo. E agora ele está sem dor, cantando suas canções em nossos corações. Que Deus esteja com todos e nos ajude a recorrer uns aos outros no sofrimento. Chester gostaria que fosse assim. Descanse em paz, meu amor. Pra sempre, Talinda”.

O vocalista do Linkin Park, de 41 anos, foi encontrado morto em sua casa, em Los Angeles, na semana passada, dia 20 de julho, uma semana antes de a banda de rock iniciar uma turnê pelos Estados Unidos. Depois da morte de Bennington, a comunidade musical e seus ex-companheiros de banda criaram tributos lembrando o cantor.

"Querido Chester, nossos corações estão partidos. As ondas de choque de sofrimento e negação ainda estão varrendo nossa família quando pensamos no que aconteceu", escreveu o grupo Linkin Park em um comunicado nesta semana.

"Você tocou tantas vidas, talvez até mais do que você percebeu. Nos últimos dias, vimos uma enxorrada de amor e apoio de todo o mundo. Talinda e a família apreciam e querem que o mundo saiba que você era o melhor marido, filho e pai, a família nunca será completa sem você ", finalizou o grupo.

Bennington, que foi casado duas vezes e deixou seis filhos. Ele foi o segundo astro de rock norte-americano a se suicidar nos últimos dois meses. Chris Cornell, vocalista de 52 anos do Soundgarden e do Audioslave e amigo próximo de Bennington, se enforcou em um quarto de hotel de Detroit, em maio.

"Chester foi encontrado enforcado em seu quarto. Nenhum bilhete foi encontrado", disse o porta-voz do legista Ed Winter, acrescentando que havia uma garrafa aberta de álcool em seu quarto, mas que nenhuma droga foi encontrada.

Bennington possuía histórico de abuso de álcool e drogas e havia falado abertamente no passado sobre suas lutas para enfrentar seus demônios quando o Linkin Park atingiu a fama em 2000, com o álbum "Hybrid Theory".

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade