PUBLICIDADE

Médico de Maurílio revela que cantor temia ter trombose

Maurílio estava internado em uma UTI de um hospital em Goiânia (GO) desde que, há mais de uma semana, foi diagnosticado com tromboembolia

29 dez 2021 18h00
| atualizado às 18h13
ver comentários
Publicidade

Após 14 dias internado, o cantor Maurílio, da dupla com Luiza, morreu na tarde desta quarta-feira, 29. Maurílio estava internado em uma UTI (Unidade de terapia itensiva) de um hospital em Goiânia (GO) desde que, há mais de uma semana, foi diagnosticado com tromboembolia. O médico do cantor, Wandervan Azevedo, em entrevista à Rádio CBN, detalhou a luta do cantor pela vida e explicou porque ele teve as paradas cardíacas.

“O Maurílio, há 8 anos, teve um acidente de moto, ficou acamado por um bom tempo, no Maranhão ainda, e depois disso ele sempre veio acompanhando esses problemas dele e o medo dele era de ter tido uma trombose por ter ficado acamado muito tempo, apesar de todos os médicos terem falado que corria o risco de ter uma trombose.”

Maurilio Ribeiro, da dupla com Luiza
Maurilio Ribeiro, da dupla com Luiza
Foto: Instagram / Estadão

Wandervan também disse que o histórico familiar deixava Maurílio ainda mais tenso: “A mãe dele também tinha passado por três tromboses e ele sempre falava comigo, ele era muito criterioso, cuidadoso e sempre falava 'doutor, morro de medo de ter uma trombose’. No dia 15, por volta de meia noite, meu telefone tocou e era o produtor ligando e que ele estava mal durante uma gravação de um DVD e desmaiou no local."

Porém, o médico reiterou que Maurílio não teve trombose, apenas uma suspeita. Apesar do temor do cantor, não foi essa a causa da morte: "No dia que ele viajou e passou mal, ele fez um exame para ver se tinha tromboseou não e deu negativo". 

“Perdi um grande amigo, estou muito chateado, a gente perdeu a guerra”, lamentou Wandervan Azevedo, médico que acompanhou o sertanejo nos últimos dias. 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade