PUBLICIDADE

'Rensga Hits': Lorena Comparato garante ao público uma série pop e moderna

Além da série com temática sertaneja do GloboPlay, ainda sem data de estreia, atriz está no elenco de 'Impuros' e 'Não foi culpa minha', do Star+

12 mai 2022 06h10
ver comentários
Publicidade

Imagina você ser convidado para viver uma personagem que canta, aceitar e não saber cantar? Isso pode parecer loucura, mas foi o que aconteceu com Lorena Comparato quando recebeu o convite para viver Glaúcia, a antagonista de Rensga Hits, a nova série do GloboPlay que ainda não tem data de estreia no streaming.

"Eu acho o 'cantar sertanejo' muito específico. Eu tenho a afinação da vida, um amor e uma paixão pelos musicais, tenho uma paixão muito grande por música. Só que eu precisei me adequar ao sertanejo para cantar", fala.

A atriz revelou que quando recebeu a ligação para participar dos testes da série tinha entendido que seria para viver Marília Mendonça, mas logo veio a explicação de que, na verdade, a série teria a temática da música sertaneja e que a cantora poderia participar de alguns capítulos.

"Quando me chamaram para o teste de Rensga eu tinha entendido que era para viver a Marília, e naquela época já era alguém que eu queria prestigiar e homenagear. Hoje em dia então… Perdê-la foi muito difícil e eu tinha o sonho de conhecê-la quando a série acontecesse, porque tinha a possibilidade dela participar, mas ela se foi nessa fatalidade", conta emocionada.

A música escolhida por Lorena para o teste do seriado foi Medo Bobo, uma música de Maiara & Maraisa. Ela ainda revela que seu namorado, o advogado Arthur aprendeu a tocar violão e participou do teste junto com ela. "Fiquei estudando Maiara & Maraisa, Paula Fernandes, e meu namorado aprendeu a tocar violão e ele que estava tocando no meu teste da série", fala.

Em Rensga Hits, ela vive Glaúcia, a antagonista da série que vai competir com a cantora Raíssa Medeiros, vivida por Alice Wegmann, e vai acabar roubando uma música criada pela protagonista. Graças a esse single, a personagem de Lorena vai se tornar uma cantora de sucesso, enquanto sua rival luta por um destaque no mundo artístico.

Sobre o roubo da música que vai acontecer na série e desenrolar a trama, ela brinca que ainda é preciso entender "quem tem culpa no cartório", mas que isso não justifica que Glaúcia seja uma vilã. Para a atriz sua personagem tem uma "energia diferente da Raíssa".

"Eu gosto de chamá-la de vilã por causa do babado que se cria em volta dela, mas vejo ela mais como antagonista do que vilã. Ela tem uma história super interessante e eu estou animada para todo mundo assistir Rensga Hits", fala.

Na época que foi convidada para fazer o teste da série, Lorena Comparato estava terminando a primeira fase da novela Um Lugar Ao Sol, onde viveu Elenice — que foi interpretada também por Ana Beatriz Nogueira — e também estava nas gravações de Cine Holliúdy 2, que tinha parado devido à covid-19.

Lorena conta que o processo para a personagem envolve muitas camadas e é feito a todo instante. "Já tenho a playlist da Glaúcia há muito tempo e ela [a lista de músicas] vem me acompanhando esse tempo todo. É importante lembrar que atrás de toda personagem tem uma atriz", diz.

Mesmo sendo uma atriz com grandes produções em seu currículo, ela explica que sempre precisa fazer testes para os papéis que é convidada e que entre tantas tentativas, às vezes "passa em apenas dois".

"É a vida inteira assim. A vida inteira ouvindo muito 'não' para uma hora ouvir um 'sim'. E é sempre aquele 'sim' que te faz viver uma personagem maravilhosa. E a Glaúcia foi assim, ela foi se construindo em camadas, nas músicas", conta.

Lorena se intitula como "suspeita" e ainda garante que o público pode esperar uma série pop e moderna: "Pode esperar comédia, personagens profundos, histórias lindas que vão tocar o coração".

Outros trabalhos de Lorena Comparato

Lorena Comparato tem uma lista extensa de trabalhos na TV, cinema e teatro, mas ficou conhecida graças à sua personagem em Pé na Cova. Na série, ela viveu Abigail de Jesus, que era namorada do personagem de Miguel Falabella.

No período do seriado, além de Miguel Falabella, a atriz tinha apenas 23 anos e teve a oportunidade de atuar com Marília Pêra. "Falam muito que o artista cresce muito no trabalho, imagina quando o seu trabalho é justamente ao lado de Marília Pêra, Miguel Falabella, Diogo Vilela. São nomes muito fortes", fala.

"Pé Na Cova foi realmente um presente e eu fui para fazer o teste pra ser a filha do Miguel [na série], mas ele reescreveu o papel da Abigail pra mim. E foi com teste, eu não conhecia ele, nunca tínhamos trabalhado juntos. Ele gostou de mim no teste, então é muito lindo receber esses presentes", diz, ao relembrar como foi entrar para o elenco da produção.

Lorena também participou de Malhação, em 2010 e 2018, mas, recentemente, a Globo anunciou o fim da telenovela e a atriz fala como se sentiu ao saber: "Sempre fui muito fã e cresci vendo Malhação. Vai deixar saudade".

Ela conta que um dos maiores sonhos de sua carreira era participar de uma Malhação, e em 2010 conseguiu fazer uma participação especial, mas foi só em 2018, oito anos depois, que ela teve um papel em Malhação: Vidas Brasileiras.

Já em Rock Story, Lorena teve sua primeira personagem fixa em uma novela e viveu Vanessa, uma mulher lésbica que era apaixonada por sua chefe, Diana (Alinne Moraes).

Ela lembra que, no início, não tinha uma namorada para a sua personagem, pois assim que leu o roteiro descobriu que seria apaixonada por Diana. "Eu perguntei se ganharia uma namorada e eles falaram que se eu mandasse bem, se fosse aceito pelo público, teria um par romântico", fala.

"No final eu ganhei a namorada, a Bianca, personagem da Mariana Vaz. E foi uma graça porque no final fomos morar juntas e teve uma aceitação muito grande da família", relembra, sobre como foi o seu final em Rock Story.

Uma escola com Marília Pêra

Se tem uma coisa que Lorena não esconde é o amor que tem por Marília Pêra, pois antes mesmo de atuarem juntas no Pé Na Cova ela já era fã dos trabalhos da artista: "Ela sempre me inspirou demais".

"Fico emocionada de lembrar que vi uma atriz, que tinha uma longa carreira, vivendo o dia a dia de filmagem. Isso logo me fez ver como o trabalho do artista é eterno e a Marília Pêra ainda tá comigo, eu penso nela todos os dias. Eu sempre peço uma ajuda, uma proteção e ela me acompanha muito, sinto que essa pluralidade da artista que [ela] tinha, eu tenho também", conta.

Outras estreias

Além de estrear em Rensga Hits, Lorena Comparato também está em outras três produções: Impuros e Não foi culpa minha, ambas produções do Star+.

Não foi culpa minha é uma série sobre feminicídio e agressão a mulheres, e Lorena atua junto com sua irmã, Bianca Comparato. "É uma série importante porque é uma denúncia do que acontece. É uma série maravilhosa, mas que fala de assédio de uma forma importante", conta.

Estadão
Publicidade
Publicidade