PUBLICIDADE

Olympia Dukakis (1931-2021)

1 mai 2021
0comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/AMPAS / Pipoca Moderna

A atriz Olympia Dukakis, que venceu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por seu papel na comédia romântica "Feitiço da Lua" (1987), morreu neste sábado (1/5) em sua casa na cidade de Nova York. Ela tinha 89 anos e já estava doente há algum tempo.

Filha de imigrantes gregos, Dukakis começou sua carreira nos palcos no começo dos anos 1960, após se formar na Universidade de Boston com mestrado em artes cênicas. A estreia no circuito nova-iorquino aconteceu na montagem de "The Aspern Papers" em 1962, mesmo ano em que se casou com o ator-produtor Louis Zorich (da série "Louco por Você"/Mad About You), com quem teve três filhos.

Em 1963, ela ganhou um Obie Award por "A Man's a Man", e ainda conquistou seu segundo prêmio dois anos depois por "The Marriage of Bette and Boo".

O sucesso no teatro lhe abriu as portas no cinema. Após começar como figurante em "Lilith" (1964), como uma paciente de hospício, ela passou a ganhar mais espaço, aparecendo nos clássicos "Irmãs Diabólicas" (1972), de Brian De Palma, "Desejo de Matar" (1974), de Michael Winner, "A Gangue da Pesada" (1979), de Philip Kaufman, e "A Sombra de um Ídolo" (1980), de Taylor Hackford.

Mas demorou para encontrar um papel de destaque. O que só aconteceu aos 56 anos, quando pôde mostrar sua veia cômica ao interpretar a mãe sarcástica de Cher em "Feitiço da Lua". O filme de Norman Jewison lhe rendeu o Oscar e uma nova carreira como estrela de comédias.

Ela emendou o prêmio com participações em "Uma Secretária de Futuro" (1988) e no fenômeno popular "Olha Quem Está Falando" (1989), que ganhou mais duas sequências com sua participação. Também estrelou com Shirley Maclaine, Dolly Parton e Sally Field um dos "filmes de mulheres" mais famosos da época, "Flores de Aço" (1989).

A atriz seguiu fazendo comédias leves como "Agitando os Espíritos" (1990), "O Clube das Viúvas" (1993) e "Adoro Problemas" (1994) e até apareceu como ela mesma em "Corra que a Polícia vem Aí! 33 1/3: O Insulto Final" (1994), até ter um último ano de ouro em 1995, ao integrar os elencos de dois filmes indicados ao Oscar, "Poderosa Afrodite", de Woody Allen, e "Mr. Holland: Adorável Professor", de Stephen Herek.

Suas comédias seguintes não tiveram o mesmo sucesso e aos poucos ela trocou o cinema pela TV, estrelando a cultuada série "Crônicas de San Francisco", que lhe rendeu indicação ao Emmy e teve muitas encarnações diferentes desde os anos 1990. A mais recente versão da série foi exibida em 2019 na Netlix, com Dukakis retomando o papel clássico de Anna Madrigal, proprietária de uma pensão para jovens modernos em San Francisco.

Ela também ensinou teatro na Universidade de Nova York e era prima do ex-governador de Massachusetts Michael Dukakis, que concorreu à presidência dos EUA pelo Partido Democrata em 1988.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade