5 eventos ao vivo

Lea Michele se desculpa após acusações de racismo nos bastidores de 'Glee'

Samantha Marie Warie disse que sofreu ataques por parte da atriz no período em que contracenaram juntas na série

3 jun 2020
16h14
atualizado às 17h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Lea Michele
Lea Michele
Foto: Instagram / @leamichele / Estadão

A atriz Lea Michele publicou um pedido de desculpas nesta quarta-feira, 3, após Samantha Marie Warie, colega de elenco na série Glee, ter a acusado de realizar "microagressões traumáticas" nos bastidores da produção. Lea disse que não lembrava dos casos descritos, mas se desculpou por "qualquer dor que causei".

Tudo começou quando Lea fez uma publicação no Twitter na terça-feira, 2, sobre o caso George Floyd, e compartilhou a frase "Black Lives Matter", ou "Vidas Negras Importam". Samantha, que é negra, então compartilhou a publicação e disse ter sofrido "microagressões" da atriz que a fizeram questionar sua carreira em Hollywood.

"[Risos] Lembra quando você transformou minha primeira aparição na TV em um inferno? Porque eu nunca vou esquecer. Acredito que você contou a todos que, se você tivesse a oportunidade, você 'cagaria na minha peruca", escreveu Samantha.

"As respostas que recebi ao que postei me fizeram focar também especificamente em como meu próprio comportamento em relação aos colegas do elenco era percebido por eles", disse a atriz na publicação. Lea disse que não se lembrava da fala que Samantha citou e disse que "nunca julguei os outros pelo seu passado ou cor de pele".

Ela ressaltou, porém, que esse não era o ponto, e o que importava é que ela agiu de um jeito de machucou outras pessoas. "Seja pelas minhas posição e perspectiva privilegiadas que me levaram a ser percebida como insensível ou inadequada às vezes ou se era apenas minha imaturidade e eu apenas sendo desnecessariamente difícil, eu peço desculpas pelo meu comportamento e por qualquer dor que tenha causado", disse Lea.

*Estagiário sob supervisão de Charlise Morais

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade