0

Kelly Preston (1962 - 2020)

13 jul 2020
18h36
atualizado às 17h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação/Sony / Pipoca Moderna

A atriz Kelly Preston, conhecida por papéis em várias comédias de sucesso dos anos 1980 e 1990, morreu no domingo (12/7) de complicações de um câncer da mama, informou seu marido, o também ator John Travolta.

"Ela travou uma luta corajosa com o amor e o apoio de muitos. Minha família e eu estaremos para sempre gratos aos médicos e enfermeiras do MD Anderson Cancer Center, a todos os centros médicos que ajudaram, bem como aos seus muitos amigos e entes queridos que estiveram ao seu lado", escreveu Travolta, no Instagram.

O ator lembrou que Preston lutava contra o câncer fazia dois anos. Além disso, escreveu que passará um tempo sem dar notícias ou fazer aparições, para que possa ficar ao lado dos filhos do casal Ella, de 20 anos, e Benjamim, de 9.

Em janeiro de 2009, Travolta e a mulher perderam o filho Jett, de 16 anos, que era autista e foi vítima da síndrome de Kawasaki.

Nativa do Havaí, Kelly Palzis (seu nome real) chegou a ser cotada para estrelar "A Lagoa Azul", mas teve receio das cenas de nudez antes de atingir a maioridade. Acabou começando a carreira no mesmo ano em que aquele filme entrou em cartaz, com uma pequena participação na série "Havaí 5-0", em 1980.

Ela só assumiu o nome de Kelly Preston ao ser escalada no elenco fixo da série "For Love and Honor", passada numa base militar e cancelada três meses após a estreia em 1983. Foi também neste ponto que ela trocou a TV por sua trajetória bem-sucedida no cinema. A transição se deu naquele mesmo ano, com pequenas participações na sci-fi barata "Metalstorm" e no terror "Christine, o Carro Assassino", adaptação de Stephen King do diretor John Carpenter.

Os papéis de destaque começaram em 1985, com as comédias picantes adolescentes "A Primeira Transa de Jonathan" e "Admiradora Secreta", após se sentir adulta o suficiente para as temidas cenas de nudez.

Depois disso, ela integrou o elenco da sci-fi infantil "SpaceCamp: Aventura no Espaço" (1986), em que contracenou com Kevin Gage. Os dois se casaram durante as filmagens. Ainda fez o suspense "Nenhum Passo em Falso" (1986), de John Frankenheimer, e a comédia cult "As Amazonas na Lua" (1987), de Joe Dante, antes de virar protagonista, o que aconteceu com o terror romântico "Feitiço Diabólico" (1988), no qual viveu uma bruxa.

No mesmo ano, Preston interpretou seu papel mais lembrado, como par romântico de Arnold Schwarzenegger na comédia blockbuster "Irmãos Gêmeos".

Ela já tinha se divorciado de Gage quando se envolveu com John Travolta na comédia "Os Espertinhos" (1989). O casamento aconteceu dois anos depois e superou várias turbulências, desde a perda de um filho até denúncias da suposta homossexualidade do marido.

Com Travolta, Preston entrou na igreja da Cientologia, uma seita que acredita em discos voadores e que também é seguida por Tom Cruise. A proximidade religiosa a ajudou a ser escalada em outro sucesso, "Jerry Maguire - A Grande Virada", estrelado por Cruise em 1996, após sua carreira entrar em declínio. Mas inevitavelmente a levou à "A Reconquista" (2000). Estrelado e produzido por Travolta, o longa adapta um romance sci-fi de L. Ron Hubbard, o criador da Cientologia, e é considerado um dos piores filmes de todos os tempos.

Ao longo da carreira, ela estrelou mais de 50 filmes, incluindo "Ruth em Questão" (1996), de Alexander Payne, "A Lente do Amor" (1997), de Griffin Dunne, "Por Amor" (1999), de Sam Raimi, "Voando Alto" (2003), do brasileiro Bruno Barreto, "Sentença de Morte" (2007), de James Wan, etc. A atriz desempenhou até o papel de mãe de Miley Cyrus em "A Última Música" (2010).

Preston também teve participações recorrentes nas séries "Medium" (em 2008) e "CSI: Cyber" (em 2016), e seu último filme exibido foi "Gotti: O Chefe da Máfia" (2018), em que interpretou a esposa do personagem-título, vivido por Travolta.

Durante as filmagens de "Gotti", ela foi diagnosticada com câncer, mas, apesar da se sentir debilitada pela doença, esforçou-se para estrelar um longa final, a comédia "Off the Rails", que ainda não tem previsão de estreia.

Veja também:

Os detalhes da polêmica envolvendo o Pastor de Justin Bieber
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade