PUBLICIDADE

Ivete faz show emocionante e histórico às margens do São Francisco, em Juazeiro

A celebração de 50 anos da cantora foi marcada por nostalgia e pertencimento; o evento foi realizado na orla da cidade baiana

28 mai 2022 08h24
| atualizado às 08h30
ver comentários
Publicidade
Ivete Sangalo fez show para comemorar os 50 anos
Ivete Sangalo fez show para comemorar os 50 anos
Foto: Reprodução/Instagram

"A filha do São Francisco chegou", ecoou Ivete Sangalo às margens do Velho Chico para mais de 20 mil pessoas na abertura do seu show especial nesta sexta-feira, 27, na orla de Juazeiro, na Bahia. "Não poderia existir um outro lugar que eu pudesse colocar para vocês o quão feliz eu vivo, estou. E quão feliz essa morada, que é essa terra, me fez gigante. Obrigada, Juazeiro! Eu vim comemorar meus 50 anos com vocês", resumiu a cantora.

A celebração, aberta ao público, foi transmitida pela Rede Globo e apresentada pelo ator Érico Brás. O evento também contou com participações especiais no palco. Entre os destaques, o filho primogênito da cantora, Marcelo Sangalo, marcou presença no evento tocando percussão durante o show. Quem também celebrou a data ao lado de Ivete foi Preta Gil.

Com quase três horas de duração, a juazeirense embalou hits da sua carreira e fez uma espécie de carnaval fora de época com músicas que agitaram o público. "Levada Louca", "Céu da Boca", "Dalila" e "Tô na Rua" foram algumas das canções evocadas por Ivete.

Não foi por acaso que o show especial alcançou os trendings topics do Twitter. A magnitude do evento movimentou a cidade localizada no sertão baiano. Com uma estrutura de 40 metros de largura e 14 de altura, a preparação atraiu fãs e admiradores da cantora de todo o País.

Para algumas pessoas, esta era a primeira vez em um show de Veveta. É o caso do mestrando, João Ramalho, 24. Ele remarcou compromissos para viajar até Juazeiro e acompanhar o aniversário da conterrânea. "Ela sempre foi uma inspiração e fonte de orgulho de ter nascido na mesma cidade que essa mulher", disse em entrevista ao Estadão.

Ele chegou na entrada da festa às 17h e não se arrependeu de ter aguardado algumas horas para o início do show. "A experiência de ver essa mulher voltar e agradecer a gente. E ainda fazer parte dessa data foi incrível. Eu senti que, de alguma forma, eu pude compartilhar esse momento".

A ponte Presidente Dutra, que corta os estados de Pernambuco e da Bahia, ficou com engarrafamento na maior parte do dia. Com isso, as barquinhas - embarcações que fazem a travessia do rio -, se tornaram o principal meio de transporte para quem estava na cidade vizinha, Petrolina.

Sob aplausos e muita emoção, Ivete encerrou o show. "Eu não completo apenas 50 anos, eu conquisto meio século. Se meio século pode ser uma simbologia seria o coração de vocês", disse. Em seguida, se despediu do público. "Estou de volta para o meu aconchego".

Estadão
Publicidade
Publicidade