0

Humorista diz que Globo escreveu desculpas por ele por piada de estupro

9 dez 2013
14h15
  • separator
  • comentários

Muito antes de fazer parte do Agora É Tarde, programa de Danilo Gentili na Band, Murilo Couto interpretou Beto em Malhação ID (2009/2010), a 17ª temporada da novela, que tinha Fiuk como protagonista. Em entrevista ao semanal 8 minutos, do canal do Youtube de Rafinha Bastos, o humorista falou sobre o período que esteve na Globo e contou que a emissora chegou a escrever desculpas por ele, quando fez uma piada polêmica sobre estupro.

Murilo Couto foi o convidado de Rafinha Bastos no '8 Minutos'
Murilo Couto foi o convidado de Rafinha Bastos no '8 Minutos'
Foto: Reprodução

"Deu um apagão no Rio e eu estava no meio da rua quando aconteceu. Aí, fiquei com medo. Tava no Rio, um apagão geral. Tava todo mundo com medo. No outro dia, eu escrevi assim: deu apagão ontem no Rio. Quem não estuprou ninguém perdeu a chance. Não que eu apoie o estupro, mas tinha uma chance muito grande pra quem gosta disso", relembrou.

"Aí, deu uma merda gigante. A Globo pediu para eu apagar e pedir desculpas. Eles escreveram as minhas desculpas. Eu parecia uma menininha escrevendo. A Globo escreveu como se fosse eu. Falaram assim: posta isso aqui e não fala mais sobre o assunto para você não se queimar, estamos te defendendo. Não tinha nem estreado em Malhação ainda. Aí, a Sônia Abrão colocou minha cara na tela dela, disse: 'esse menino aqui é um irresponsável, a família deve ser desestruturada'. Pensei: quem dera, Sônia, minha família é tão boa. Se fosse, eu teria uma história. Aí falou que eu era um marginal, devia ser demitido. No fim, eles fizeram mesmo", brincou.

O ator disse também que o assédio dos fãs era grande na época em que estava na trama teen. "Tinha gente que ficava na porta do Projac o dia todo, suado para cacete, escorrendo. E abrançando a gente. E a gente abraçava de volta. Várias lésbicas tentando pegar as meninas de Malhação. As fãs lésbicas e gordas? Então, tinha muita! Era uma diversão", contou.

Rafinha Bastos questionou se o humorista já tinha "comido" alguma fã. "Já. Tem que comer o que tem, né? É uma escada para chegar no Danilo (Gentili), no Fiuk. Às vezes, é isso. A gente descobre depois só. Fico meio mal de ser escada pra chegar aos outros. Eu me engano. Me deixo enganar. Não que eu fique mal porque não tenho autoestima e não quero ser escada para chegar em alguém. É porque eu sei que eu estou enganando ela. Ela dando pra mim, não vai dar pra ninguém mais. Não vai ter Fiuk ou Danilo. Não quero enganar aquela moça", afirmou.

Murilo Couto ainda disse que está feliz na Band por ter liberdade para fazer suas piadas. "A gente escreve e faz. A gente tem mais liberdade lá. Se não comer o bebê do chefe, tem sim", brincou, relembrando o episódio em que Rafinha Bastos, ainda integrante do CQC, disse que "comeria" o bebê de Wanessa, filha de Zezé Di Camargo. O caso teve grande repercussão e terminou com a saída de Rafinha do humorístico.

<a data-cke-saved-href="http://diversao.terra.com.br/infograficos/quantos-anos-tem-famosos/" href="http://diversao.terra.com.br/infograficos/quantos-anos-tem-famosos/">Idade: Quantos anos eles têm? </a>
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade