PUBLICIDADE

Dieta da filha de Arthur Aguiar é desnecessária, diz nutricionista

Ator revelou no 'BBB22' que esposa, Maíra Cardi, não deixa que filha de 3 anos consuma alimentos que contenham açúcar ou glúten

22 mar 2022 18h33
| atualizado às 19h12
ver comentários
Publicidade
O ator Arthur Aguiar é um dos participantes do BBB 22
O ator Arthur Aguiar é um dos participantes do BBB 22
Foto: RD1

A alimentação regrada de Sofia Aguiar, filha de Arthur Aguiar e Maíra Cardi, é considerada delicada e desnecessária por especialistas. O líder da semana do 'BBB22' revelou, em conversa com Pedro Scooby e Paulo André, que a esposa não deixa que a criança coma glúten ou açúcar

"Tudo o que pode ter em festa de criança a Maíra faz e leva na bolsa, só que tudo saudável. Por exemplo: tem doce, aí a Sofia come os doces que a gente levou, que são os que ela já come em casa e já gosta", contou.

Arthur disse ainda que a filha não se importa com as restrições e já até aprendeu a perguntar sobre os componentes antes de comer. "Quando alguém vem oferecer alguma coisa pra ela, ela pergunta: ‘Tem açúcar? Tem glúten?’. Aí a pessoa fala: 'Tem'. E ela: 'Então não quero'", contou. 

Situação delicada

A nutricionista Marcela Kotait, especialista em transtornos alimentares, diz que restrições alimentares são indicadas no surgimento de condições clínicas específicas, como intolerâncias ou alergias. Em sua avaliação, o ideal é que as crianças comam todos os alimentos e sejam orientadas a entender as quantidades que são suficientes para si mesmas.

"Quando a gente fala sobre criança, a gente está falando de uma situação muito mais delicada, porque ela está em uma fase de desenvolvimento", explica.

As sociedades brasileiras de Pediatria e de Nutrição recomendam que o açúcar seja evitado até os dois anos de idade. Já o glúten deve compor a alimentação já na introdução alimentar do bebê.

"O que é interessante de evitar para as crianças e para qualquer pessoa são os alimentos ultraprocessados", diz a nutricionista.

Riscos

A restrição de determinados compostos, como o glúten, pode causar prejuízos para o desenvolvimento da criança. Um deles é a deficiência na metabolização dessa substância posteriormente. 

O alerta, acrescenta a nutricionista Marcela Kotait, é válido apenas para os casos em que não há intolerância ou alergia. 

"Para uma criança de três anos que não tem uma doença celíaca e que não é intolerante, é importante que ela tenha todos os nutrientes em sua alimentação", defende.

Ainda segundo Marcela, restrições alimentares podem causar episódios de exagero e compulsão alimentar por alimentos proibidos.

"E também, falar sobre dieta e sobre perda de peso para criança é algo muito delicado. O que devemos é estimular a atividade física com prazer, um ambiente saudável durante as refeições, a criação de uma variedade disponível na alimentação da criança, e evitar falar sobre restrições alimentares para elas. Criança não deve fazer dieta", conclui.

BBB22: Eliezer diverte web com sua falta de sorte:

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade