PUBLICIDADE

Compositor de Martinho da Vila processa Adele por plágio

De acordo com as informações, o motivo seria o uso da música "Mulheres", popularizada pelo sambista

10 set 2021 12h41
| atualizado às 12h58
ver comentários
Publicidade
Foram contabilizados 88 compassos iguais ao do músico em três minutos da canção
Foram contabilizados 88 compassos iguais ao do músico em três minutos da canção
Foto: Instagram: @adele / Famosos e Celebridades

A cantora Adele está sendo acusada de plágio pelo compositor mineiro Toninho Geraes, responsável por compôr a música Mulheres, cantada por Martinho da Vila. De acordo com o músico, a artista plagiou a faixa no hit Million Years Ago, que faz parte do álbum 25, lançado em 2015. 

"Fiquei estarrecido quando me dei conta. A melodia e a harmonia são iguais. É uma cópia escancarada", disse Toninho em entrevista à revista Veja

De acordo com o veículo, duas notificações extrajudiciais já foram enviadas à Greg Kurstin, outro compositor da faixa e britânica dona de 15 Grammys, um Globo de Ouro, um Oscar e uma fortura que beira os 200 milhões de dólares.

A gravadora Recordings/Beggars Group e o grupo Sony Music também estão cientes da ação que aponta que eles "se apropriaram das primeiras notas da introdução, refrão e final". 

Foram contabilizaram 88 compassos com cópia, o que soma 3 minutos e 3 segundos da faixa e representa 87% da canção. "Nossa intenção era tentar um acordo, mas, diante do silêncio, recorreremos à Justiça", explicou o advogado Fredímio Biasotto Trotta. 

Ouça as duas músicas abaixo:

Famosos e Celebridades
Publicidade
Publicidade