PUBLICIDADE

Ana Furtado revela que tem daltonismo

Apresentadora usou o Instagram para contar cinco curiosidades sobre ela; confira

26 jan 2022 12h42
| atualizado às 12h48
ver comentários
Publicidade
A apresentadora Ana Furtado revela cinco curiosidades sobre a vida dela nas redes sociais  
A apresentadora Ana Furtado revela cinco curiosidades sobre a vida dela nas redes sociais
Foto: Instagram/@aanafurtado / Estadão

Ana Furtado usou as redes sociais nesta terça-feira, 25, para revelar cinco curiosidades sobre ela. No Instagram, uma ferramenta estimula internautas a enumerarem coisas da vida que a maioria das pessoas não sabe.

"Vi pelos stories de vocês e resolvi trazer pra cá: cinco curiosidades sobre mim", inicia Ana Furtado, que decidiu colocar as informações na página principal da rede social.

Em primeiro lugar, ela conta que o apelido dela entre família e amigos é Bia. Isso porque, para que não sabe, o nome da artista é Ana Beatriz.

A apresentadora acrescentou: "Sou daltônica! Sim, mulher pode também apresentar essa condição, apesar de ser raro (no mundo só 0,5% das mulheres são daltônicas)". Ana Furtado explica que descobriu a condição ainda na infância. "Descobri ainda criança e com o tempo desenvolvi uma relação de muito amor e respeito pelas cores", disse.

Ela publicou um vídeo do momento em que experimenta pela primeira vez um óculos para daltônicos que ajuda a ver as cores como realmente são: "Foi incrível!".

O daltonismo é a incapacidade ou deficiência de distinguir os tipos de cores. Há diferentes níveis da condição, desde aquela em que a pessoa não exerga qualquer cor, vendo apenas tons de branco, cinza e preto, até aquela em que é difícil identificar determinadas colorações.

Ana Furtado também revela que tem coleção de óculos. "De grau, de sol… sou apaixonada! (Meu aniversário é em outubro, mas já fica a dica de presente)", brinca.

A mulher de Boninho conta que adora carros. "Já até pilotei em autódromos e apresentei um programa no SporTV nos anos 2000. Foi o primeiro programa de TV automobilístico do Brasil com apresentação e comentários de uma mulher".

Para concluir, Ana Furtado falou sobre um bastidor do programa de veículos que apresentava: "Durante uma entrevista que fiz com um piloto de rally, o carro em que estávamos capotou 7 vezes. Nas dunas! Depois de 1 mês eu ainda encontrava areia até no meu umbigo", concluiu.

Estadão
Publicidade
Publicidade