PUBLICIDADE

Caso 'Rust': armeira é acusada de transferir drogas no dia da morte da diretora de fotografia

Hannah Gutierrez-Reed foi acusada de adulteração de provas e uso de drogas durante o trabalho.

23 jun 2023 - 10h33
(atualizado às 11h22)
Compartilhar
Exibir comentários
As gravações haviam sido interrompidas por conta de um incidente envolvendo o ator Alec Baldwin, que disparou uma arma acidentalmente e matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos.
As gravações haviam sido interrompidas por conta de um incidente envolvendo o ator Alec Baldwin, que disparou uma arma acidentalmente e matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos.
Foto: Reprodução/Instagram/alecbaldwininsta / Flipar

Segundo o The New York Times, Hannah Gutierrez-Reed, armeira do filme 'Rust', está sendo acusada de "transferir entorpecentes para outra pessoa com a intenção de impedir a apreensão, processo ou condenação de si mesma" no dia da morte da Halyna Hutchins. A diretora de fotografia morreu após o ator Alec Baldwin disparar acidentalmente em outubro de 2021 uma arma de fogo em direção da equipe. Hannah era responsável pelo revólver utilizado nas filmagens.

A reportagem do jornal americano diz que a advogada da armeira, que responde por homicídio culposo, pretendia se declarar inocente tanto da adulteração das evidências quanto das acusações por ser responsável pela morte da colega de trabalho.

Os promotores não indicaram qual tipo de narcótico Hannah supostamente teria com ela, mas ainda este mês, a promotoria também acusou Gutierrez-Reed de beber e fumar maconha durante as gravações do longa. E completou ressaltando que ela tem um histórico de conduta imprudente, argumentando que seria do interesse público que ela "finalmente fosse responsabilizada".

Jason Bowles, advogado de Hannah, que a promotoria lidou mal com o caso. "O caso é tão fraco que agora eles optaram por recorrer a alegações de assassinato de caráter sobre Hannah", disse à Associated Press. "A promotoria abandonou a ideia de fazer justiça e chegar à verdade, aparentemente".

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade