PUBLICIDADE

Tribeca marca retomada da vida cultural de Nova York

Edição 2021 do festival é o primeiro evento presencial da cidade desde o início da pandemia; encerramento ocorre no Radio City Music Hall

11 jun 2021 13h28
| atualizado em 18/6/2021 às 00h33
ver comentários
Publicidade

Como parte da retomada dos estados unidos à vida normal, o Tribeca Film Festival começou nesta semana em clima de festa e otimismo. Ainda que com todas as medidas de segurança, a edição 2021 do Festival criado por Robert de Niro é o primeiro evento cultural de Nova York a ser realizado  de forma presencial desde que o país fechou tudo por conta da pandemia, há mais de um ano.

Criado em 2001 por De Niro, Jane Rosenthal e Craig Hatkoff com  o objetivo de reerguer Nova York depois dos atentados de 11 de Setembro, o Tribeca conseguiu ganhar seu espaço também no  competitivo circuito internacional de festivais e se tornou um dos mais importantes encontros de cinema independente do mundo.

Criado por Robert De Niro, Tribeca entrou para o circuito de festivais internacionais de cinema
Criado por Robert De Niro, Tribeca entrou para o circuito de festivais internacionais de cinema
Foto: Divulgaçao

Esta edição tão simbólica, que segue até 20 de junho, além de ser presencial, vai ocorrer  também, pela primeira vez, em bairros das outras cinco regiões da cidade, além de Tribeca.  

A maioria das sessões vai ser realizada em drive in e  espaços abertos, mas também haverá sessões online, seguindo a tendência que  deve se manter quando o mundo de fato sair do isolamento social. A tendência, no caso, é que os eventos culturais em geral, e não só festivais de cinema, passem a criar programações exclusivas presenciais, mas também passem a pensar programações e atividades online complementares para atender a públicos de outras cidades e até países.

Festival vai ter sessões ao livre e também em algumas salas especiais de vários bairros da cidade
Festival vai ter sessões ao livre e também em algumas salas especiais de vários bairros da cidade
Foto: Divulgaçao

Nesta linha, o programa Tribeca at Home contra com premières internacionais de 35 filmes. Entre eles, destaque para os curtas da nova sessão Juneteenth, dedicada a produções filmadas por jovens negros que retratam a música, a saúde e os movimentos civis dos Estados Unidos.

Já na lista das grandes produções, o filme de abertura foi  o musical  "In the Hights", que teve uma sessão especial no United Palace  no bairro de Washington Heights, onde a trama se passa. A produção, que estreia em breve no Brasil, é de Linn Manuel Miranda e dirigida por John M. Chu, o mesmo diretor da super comédia podres de ricos.

Filme de abertura, " In The Heights" estreia em 17 de junho no Brasil
Filme de abertura, " In The Heights" estreia em 17 de junho no Brasil
Foto: Divulgacao

“In the Hights” é um musical super premiado na broadway e foi criado por manuel miranda. Conta a historia do jovem Usnavi, morador de washington heights, uma vizinhança multicultural, efervescente, bem típica de Nova York, mas também cheia de problemas. neste contexto, Usnav sonha em mudar de vida.

No total, a  seleção de Tribeca inclui 64 filmes, de 81 cineastas de mais de 23 países. Serão 54 estreias internacionais e norte-americanas. Deste total,  60% dos longas selecionados têm diretoras mulheres, pessoas não brancas e LGBT mais.  Há, claro, vários filmes retratam a vida na Pandemia. Na competição internacional, o francês “Annees 20” revela um dia na vida de paris no auge da pandemia e foi filmado também em um único dia, em um esquema de produção milimetricamente calculado para que toda a ação ocorresse muito bem coreografada em vários bairros da capital francesa.

Gael Garcia Bernal em cena de "Old", novo filme de M. Night Shyamalan
Gael Garcia Bernal em cena de "Old", novo filme de M. Night Shyamalan
Foto: Divulgaçao

O badalado M. N. Shyamalan vai ministrar uma masterclass para falar de sua carreira, seu processo de criação. com certeza vai ser questionado sobre “Old”, seu mais novo filme, que estreia em julho.

Todo rodado na República Dominicana, o longa tem um elenco de peso e uma combinação interessante: Gael García Bernal, Vicky Krieps e Rufus Sewell. A trama traz uma família que vai de férias para uma ilha supostamente paradisíaca. Só que, em um passeio a uma praia, fatos estranhos começam a acontecer e a noção de tempo e espaço é completamente subvertida.

Na linha das inovações, o Tribeca  marca presença como o o primeiro festival de cinema do mundo a criar uma competição de podcasts. Sejam de ficção ou documentais, o júri vai escolher o que dominou melhor a arte da narrativa.  

Dave Chappelle exibe seu novo filme na noite de encerramento
Dave Chappelle exibe seu novo filme na noite de encerramento
Foto: Divulgacao

Em 19 de junho, data do encerramento para convidados, ocorre a sessão que de fato simboliza a retomada da vida pós-pandemia (ainda que mesmo os eua não tenham ainda, obviamente, saído da crise pandêmica). o lendário Radio City Music Hall, abre suas portas pela primeira vez desde o início da pandemia para receber a premières do novo filme do multiartista Dave Chapelle, ainda sem título.

Dado importante:  Só  entra quem já estiver vacinado. O documentário retrata uma comunidade rural no estado de ohio e seus desafios no início da pandemia. Enquanto isso, a narrativa acompanha o próprio diretor e sua convivência com a comunidade enquanto movimentos socais eclodem e o Black Live Matters ganha importância mundial.

 

Plano Geral
Publicidade
Publicidade