PUBLICIDADE

Christopher Nolan filmará a criação da bomba atômica

10 set 2021 22h46
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Warner Bros; / Pipoca Moderna

O diretor Christopher Nolan ("Tenet") definiu seu próximo filme. Ele vai voltar à época da 2ª Guerra Mundial, mas em vez das batalhes de "Dunkirk" focará nos bastidores burocráticos e científicos da criação da bomba atômica, com destaque para o envolvimento do cientista J. Robert Oppenheimer, gênio por trás do projeto Manhattan e autor da famosa frase: "Agora, eu me tornei a morte, a destruidora de mundos".

Segundo o site Deadline, o ator Cillian Murphy vai participar do projeto. Mais conhecido como protagonista de "Peaky Blinders", Murphy já trabalhou várias vezes com Nolan, desde os filmes de Batman (onde viveu o vilão Espantalho), além de ter aparecido em "A Origem" e "Dunkirk".

O detalhe mais curioso é que o diretor não está tratando o projeto com a Warner, por onde lançou todos os seus longas nos últimos 20 anos - desde "Insônia" em 2002. Após falar mal da estratégia do estúdio de distribuir filmes simultaneamente nos cinemas e no "pior serviço streaming", a HBO Max, ele abriu conversa com a concorrência sobre a possibilidade de financiar o longa-metragem.

O último filme do diretor, "Tenet", foi lançado exclusivamente nos cinemas em outubro de 2020. Apesar das dificuldades da crise sanitária, o épico de ação arrecadou US$ 363 milhões em bilheterias ao redor do mundo. Mesmo assim, a Warner considerou o valor baixo e optou por lançar todos os seus filmes posteriores num modelo híbrido de distribuição. Nolan ficou irritadíssimo.

A grande ironia seria ele fechar uma parceria com uma plataforma de streaming. A Netflix já deixou claro que contratar o diretor é uma de suas ambições.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade