0

Kevin Spacey é acusado de assédio por oito membros da equipe de House of Cards

E a produtora da série já sabia de um caso desde 2012.

3 nov 2017
10h56
atualizado às 16h05
  • separator
  • comentários

Novas acusações de assédio contra Kevin Spacey surgem dos bastidores de House of Cards.

Foto: AdoroCinema / AdoroCinema

Uma reportagem da CNN denuncia que um total de oito funcionários da Netflix que trabalham ou trabalharam na produção de temporadas anteriores de House of Cards acusaram o ator de comportamento inapropriado. Conversando em anonimato com o veículo, um assistente de produção afirmou que foi assediado por Spacey em mais de uma ocasião, descrevendo o comportamento do ator e produtor executivo como 'predatório'.

As novas acusações se somam à denúncia feita pelo ator Anthony Rapp na última semana, que em entrevista ao Buzzfeed contou que foi assediado por Spacey quando tinha 14 anos. Após o caso vir à tona, a Netflix anunciou que a próxima temporada de House of Cards será a última, mas logo em seguida as filmagens foram interrompidas indefinitivamente.

House of Cards: Filmagens da sexta temporada são suspensas após denúncia de assédio contra Kevin Spacey

Em nota, a Netflix se pronunciou a respeito das novas alegações (via The Hollywood Reporter):

"Quando as acusações sobre Kevin Spacey explodiram na noite de domingo, enviamos um representante ao set na segunda pela manhã junto à MRC [Media Rights Capital Inc]. A Netflix foi comunicada sobre um incidente, há cinco anos, que ficamos sabendo ter sido resolvido pacificamente. Na terça-feira, em colaboração com a MRC, nós suspendemos a produção, sabendo que Kevin Spacey não estava na agenda de trabalho até a quarta. A Netflix não está ciente de nenhum outro incidente envolvendo Kevin Spacey no set. Nós continuamos a colaborar com a MRC e outros parceiros de produção para manter um ambiente de trabalho seguro e respeitoso. Continuaremos a colaborar com o MRC durante este hiato para avaliar o nosso caminho no que concerne à produção, e não temos mais nada para compartilhar agora."

O assistente disse à CNN que Spacey havia "colocado suas mãos nas calças do assistente" quando os dois estavam indo para o set em um carro. Depois disso, o assistente foi encurralado no trailer do ator, que fez contatos inapropriados novamente de forma não-consensual.

Meses depois que o assistente já havia reclamado com um supervisor a respeito do comportamento de Spacey, veio o estupro. "Não tenho dúvidas que este tipo de comportamento predatório era rotina para ele e que a minha experiência foi uma das muitas, e que Kevin teve pouco ou nenhum problema em explorar a sua posição e seu status", afirmou. "Era um ambiente tóxico para jovens homens que tinham que interagir com ele, entre elenco, equipe e figurantes."

Netflix e criador de House of Cards revelam perturbação com acusações de abuso sexual contra Kevin Spacey

Em resposta à acusação de Anthony Rapp, Spacey havia dito que não se recordava do caso, pediu suas "sinceras desculpas" e usou a ocasião para assumir sua homossexualidade, gerando diversas críticas negativas. Nesta quarta-feira, o representante do ator alegou que ele estava "tirando o tempo necessário para buscar avaliação e tratamento."

Enquanto isso, as filmagens da sexta e última temporada de House of Cards continuam interrompidas. Neste meio tempo, o Buzzfeed conversou com um membro da equipe de produção, que afirmou que "ninguém está esperando que a série retorne." A Netflix e a MRC não comentaram a afirmação.

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade