PUBLICIDADE

Paolla relembra julgamentos ao seu corpo: 'Como mulher, é o momento de me libertar'

Atriz é rainha de bateria da Grande Rio e usou fantasia inspirada em uma onça, animal do enredo da escola

12 fev 2024 - 03h22
(atualizado às 04h06)
Compartilhar
Exibir comentários
Paolla Oliveira
Paolla Oliveira
Foto: Alexandre Brum/Especial para o Terra

Rainha de bateria da Grande Rio, a atriz Paolla Oliveira destacou sua ligação com o carnaval e relembrou os comentários negativos que recebeu com relação ao seu corpo. Na Marquês de Sapucaí, na madrugada desta segunda-feira, 12, a artista também contou sobre a sua fantasia e o que ela representa. 

"Para mim, é uma grande obra de teatro isso aqui, uma maquiagem de teatro, é com brilho, é grandiosa. Quem me fez hoje foi o Alê de Souza, que me faz alguns anos. A minha fantasia é uma onça, e eu acho que ela é transformadora. A gente tem essa imagem da onça como transformadora, devoradora. Você vê um mamífero, mas também vê um bicho de garras", afirmou ela ao Terra, antes de entrar na passarela do samba carioca. 

Em seguida, a artista afirmou a importância que a festividade tem para ela como mulher. "O carnaval é mais do que uma festa popular, é onde a gente expõe nossa cultura. Virou muito mais do que história, virou política. Virou um momento onde as atualidades desfilam, as nossas resistências desfilam, onde as nossas belezas desfilam. E mais do que isso, como mulher, é um momento de me reinventar, de me libertar e de ser feliz", destacou. 

Recentemente, Paolla foi alvo de comentários negativos sobre o seu corpo e relembrou o assunto quando estava prestes a entrar na avenida. "O carnaval nunca dependeu do que se fala e acho que cada vez fica mais dito que as mulheres estão sob pressão, o que vale é a gente conseguir, cada uma, as nossas libertações", destacou ela.

Em meio às celebrações pelos 40 anos da Sapucaí, Paolla exaltou a importância do local como um símbolo não apenas do Rio de Janeiro, mas também do mundo. "Virou um lugar que é um ponto não só do Rio de Janeiro, o carnaval é uma festa mundial. Então, merece ser comemorado com muito samba, muita festa, desfiles seguros, bonitos, sem nenhuma intercorrência. Parabéns, Sapucaí, parabéns para o carnaval", finalizou ela. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade