PUBLICIDADE

Com holograma realístico de Chico Science, abertura do Carnaval do Recife emociona foliões

Criador do movimento Manguebeat é um dos homenageados do carnaval do Recife 2024, junto a cirandeira Lia de Itamaracá

9 fev 2024 - 10h46
(atualizado às 11h24)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Mauricio Ferry/ PCR

A presença do lendário cantor Chico Science, criador do movimento Manguebeat, pode ser apreciada mais uma vez por quem acompanhava a abertura do carnaval do Recife, nessa quinta-feira, 8. O artista, já falecido há mais de 20 anos, foi representado por um holograma feito de inteligência artificial, que cantava e dançava sua música Praieira.

Science é um dos homenageados do carnaval do Recife 2024, junto a cirandeira Lia de Itamaracá. Além da projeção de Chico, a noite contou com uma homenagem cantada, chamada de “Recife Cidade do Mangue”, conduzida por Louise França, a única filha do artista falecido. 

Foto: Mauricio Ferry/ PCR

Louise recebeu ao palco outros cantores como Céu, Isadora Melo, Ylana, Jorge du Peixe, Maciel Salu, Toca Ogan e Nailson Vieira. A artista disse ter vivido o momento com muita emoção.  “Tudo isso é por ele e para ele, que tenho orgulho de chamar de pai. Essa festa é a cara de Chico Science. Eu to muito honrada e feliz”, declarou.

Louise França, filha de Chico Science
Louise França, filha de Chico Science
Foto: Mauricio Ferry/ PCR

A psicóloga Luísa Lima foi ao show do Marco Zero, no Recife, para ver a homenagem dedicada a Science, mas ficou impressionada com a surpresa feita por IA.  “Eu fiquei muito emocionada, amo Chico mas nunca pude ir a um show dele. Hoje vê-lo no palco, mesmo que por uma representação, me emocionou muito”, relatou.

Abertura carnaval do Recife

Além da homenagem ao Manguebeat, a noite foi regada de emoção e agito. O palco foi ocupado por Olodum, Gilberto Gil, Rafaela Santos e artistas populares, que garantiram o frevo presente na noite.

Nem mesmo o atraso de mais de 2h e a chuva que caiu durante a madrugada afastou os foliões. A festa se estendeu até às 5h da sexta. O coro entoava todas as músicas famosas da noite, sem perder a disposição, e provou que o carnaval pode sim começar numa quinta-feira.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade