PUBLICIDADE

Rosto de Rafael em 3D é reconstruído por pesquisadores italianos

Imagem usou como base molde feito em exumação de 1833

7 jul 2021 12h44
| atualizado às 12h50
ver comentários
Publicidade

Pesquisadores da Universidade Tor Vergata, de Roma, recriaram o rosto do pintor Rafael Sanzio (1483-1520) em 3D e expuseram peça no Museu Casa Natal em Urbino, na Itália.

A peça usou como base um molde de gesso feito durante uma exumação dos restos mortais em 1833 e retrata o artista com 37 anos, idade de sua morte. A réplica mostra um nariz e queixo proeminentes e uma mandíbula quadrada, em um rosto com linhas de expressão bastante visíveis.

A criação do rosto é parte da tese defendida pela estudante Valeria Ridolfi sob a supervisão dos professores Mattia Falconi, Olga Rickards, Cristina Martinez e Raoul Carbone.

A estudante partiu da imagem do crânio e recriou, com ajuda de diversos programas de computador, o busto - também usando técnicas de antropologia forense e de desenvolvimento de jogos eletrônicos.

A representação do rosto obtida de maneira digital é muito semelhante a um retrato criado por Sebastiano Luciani Del Piombo, rival de Rafael à época, e que está guardado em Budapeste, na Hungria.

O presidente da Academia Rafael, Luigi Bravi, destaca que o Museu Casa Natal tem diversas imagens e bustos do artista, mas só essa reconstrução é baseada em aprofundamento e estudos científicos críveis. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade