2 eventos ao vivo

Chef Gino Sorbillo assina receita da 'Barbie Pizzaiola'

Boneca foi criada pelo "Dream Gap Project" da Mattel

9 nov 2018
12h28
atualizado às 12h49
  • separator
  • comentários

A fabricante de brinquedos Mattel criou a Barbie Pizzaiola, a última versão da famosa boneca tão querida pelas crianças. O modelo foi idealizado pelo "Dream Gap Project" da própria marca, que incentiva as meninas a fazerem ou serem tudo aquilo que sonharem.

Chef Gino Sorbillo assina receita da 'Barbie Pizzaiola'
Chef Gino Sorbillo assina receita da 'Barbie Pizzaiola'
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Para celebrar a boneca, a Mattel fez uma parceria na Itália com um dos maiores chefs italianos, o Gino Sorbillo. Embaixador da pizza napoletana no mundo, ele foi o anfitrião de um evento em Milão ontem (8) em homenagem à boneca.

Junto com a sua filha Ludovica, que assinou a primeira pizza inspirada na Barbie, Sorbillo criou uma receita especial à base de ricota e molho de tomate, com adição de fiordilatte e basilico, a fim de criar uma coloração rosa especial.

Toda essa história, na verdade, começou quando Ludovica expressou o desejo de assumir o lugar do pai por um dia. A experiência foi toda registrada pela equipe da Mattel, e a menina pôde cuidar do histórico restaurante da via Dei Tribunali, em Nápoles, com a ajuda de suas amigas.

As pequenas anotaram os pedidos, fizeram a massa, cozinharam as pizzas e serviram a clientela para a ocasião, seguindo fielmente as diretrizes de Gino Sorbillo.

"Talvez uma Barbie Pizzaiola possa representar para as meninas de hoje, mulheres de amanhã, a chave de acesso a um mundo ainda inexplorado", afirmou o pizzaiolo. "Tenho duas filhas que sempre brincaram de Barbie", revelou.

Pesquisas mostram que, a partir dos 5 anos de idade, meninas deixam de se considerar brilhantes e iniciam a perder confiança em suas capacidades. Estereótipos culturais, preconceitos implícitos e representações midiáticas reforçam essa problemática. Por isso, o projeto "Dream Gap" oferece recursos e suporte às meninas para que acreditem nelas mesmas.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade