PUBLICIDADE

9 Pessoas pretas do Nordeste que você precisa conhecer

29 nov 2023 - 14h56
Compartilhar
Exibir comentários

Continuando nossa série que destaca personalidades pretas das diversas regiões do Brasil, esta terceira edição apresenta uma lista de nove indivíduos da região Nordeste que merecem sua atenção.

Explorando a riqueza cultural e diversidade de talentos, este texto destaca nove personalidades pretas, do Nordeste do Brasil, que merecem ser conhecidas e celebradas. Cada uma dessas figuras representa uma peça fundamental no cenário cultural, artístico ou esportivo, contribuindo de maneira única para a narrativa da região e do país. Ao destacar esses nove pretos do Nordeste, buscamos ampliar o reconhecimento e a valorização das contribuições significativas que essas vozes trazem à sociedade.

Alexsandra Ribeiro (@dinha.ribeiro_)

Foto: AUR

Artista visual urbana de Fortaleza - CE, guiada pelo feminismo preto e inspirada por figuras femininas familiares envolvidas nas artes, Alexsandra Ribeiro dedica-se a retratar as nuances do universo feminino. Em suas obras, ela incorpora representações de sua região e cultura, proporcionando uma visão única e autêntica por meio de sua expressão artística em grafite.

Robson Dias (@robs0ndiass)

Foto: AUR

Robson Dias, talentoso skatista originário de Pernambuco, é um membro destacado do time da Perfume. O amor de Robson pelo skate começou aos 10 anos, compartilhando sessões e manobras com os amigos do bairro no interior de Recife. Com raízes profundas em Pernambuco, Robson Dias não apenas representa a essência do skate, mas também carrega consigo as influências de sua terra natal em cada manobra e trajetória.

Adriana Meira (@adrianammeira)

Foto: AUR

Adriana Meira, estilista baiana, tece narrativas fascinantes através de seus tecidos. Essa é a magia que permeia suas criações. Adriana é graduada em Gestão e Design de Moda pela Universidade Salvador (Unifacs) em sua terra natal, Salvador, Bahia. Em 2014, realizou seu grande sonho ao estabelecer sua própria marca, marcando assim um capítulo significativo em sua jornada na indústria da moda.

Tiganá Santana (@tiganasantanaoficial)

Foto: AUR

Tiganá Santana, nascido na Bahia, é um filósofo, músico e compositor que se expressa em línguas africanas. O álbum "Maçalê" surgiu da confluência entre filosofia, música e a rica herança de sua ancestralidade negra. Este trabalho marca um marco significativo, sendo o primeiro disco brasileiro a apresentar composições autorais em línguas africanas.

Enme (@enmepaixao)

Foto: AUR

Enme, natural do Maranhão, destaca-se como drag queen, cantora, compositora e rapper. Sua expressão musical é uma fusão vibrante de ritmos nordestinos, ragga, funk e afrohouse. Em suas músicas e clipes, Enme incorpora a força representativa de sua arte, destacando a identidade periférica e preta como elementos centrais de sua narrativa artística.

Joyce Nobre (@nobrevivedearte)

Foto: AUR

Joyce Nobre Aristides é uma artista visual, mulher preta e multifacetada, desempenhando os papéis de dona de casa, mãe e expressando sua criatividade artística. No ano de 2020, embarcou em uma transição de carreira, deixando para trás a profissão de vendedora de sacolé gourmet. Através do universo das artes visuais, Joyce concretiza seus sonhos através de suas obras artísticas.

Mateus Fazeno Rock (@mateusfazenorock)

Foto: AUR

Mateus Fazeno Rock, natural do Ceará, incorpora elementos de rap, grunge, reggae e funk em sua abordagem musical voltada para o rock. Suas letras exploram relatos e memórias, oferecendo uma perspectiva que abrange passado, presente e futuro, enquanto destaca o dinâmico movimento da juventude afroindígena nas favelas.

Bella Kahun (@bellakahun)

Foto: AUR

A cantora Bella Kahun, nascida em Garanhuns, no Agreste pernambucano, teve seu primeiro contato com a música através do seu pai. A forte influência de sua terra natal desempenhou um papel significativo em sua jornada para se tornar a artista que é hoje. Sua música é uma fusão de influências da MPB, do brega, do jazz, do R&B e do bolero, com um resultado que se destaca ainda mais por carregar genuinamente a essência pernambucana.

Keno Marley (@keno_marley1)

Foto: AUR

Nascido em Conceição do Almeida, BA, Keno Marley Machado é destaque no boxe brasileiro. Na infância, escoteiro e fã de filmes de boxe, inspirado por Muhammad Ali, começou os treinos por curiosidade após reuniões do grupo. Aos 13, mudou-se para São Paulo para aprimorar suas habilidades na "nobre arte", conquistando títulos e representando o Brasil globalmente.

AUR
Compartilhar
Publicidade
Publicidade