Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Cigarro eletrônico: médico alerta para os perigos do vape

Lucas Viana, campeão de A Fazenda 11, foi socorrido por ambulância e hospitalizado após usar cigarro eletrônico e passar mal

28 jun 2022 - 10h00
(atualizado às 10h58)
Compartilhar
Lucas Viana, campeão de A Fazenda 11, foi socorrido por ambulância e hospitalizado após usar cigarro eletrônico e passar mal
Lucas Viana, campeão de A Fazenda 11, foi socorrido por ambulância e hospitalizado após usar cigarro eletrônico e passar mal
Foto: Reprodução Instagram / @eulucasviana / Saúde em Dia

O empresário e modelo Lucas Viana precisou ser socorrido às pressas após fumar cigarro eletrônico. O vencedor da 11ª edição de A Fazenda relatou ficar sem ar e precisar ser hospitalizado depois de utilizar um vape. Médico alerta para perigos ainda mais sérios. 

"Ficar sem ar é apenas a ponta do iceberg. A situação é muito mais grave e alarmante do que parece", adverte o neurologista do Hospital Albert Einstein, Dr. Wanderley Cerqueira de Lima.

Publicidade

Riscos do cigarro eletrônico

De acordo com o profissional, o uso diário de cigarros eletrônicos causa estado inflamatório em vários órgãos do organismo, incluindo o cérebro. Novas pesquisas indicam que seu uso também pode desregular alguns genes.

O médico explica que os efeitos variam dependendo da nicotina e dos sabores líquidos, que influenciam a forma como o corpo responde às infecções. "Vapes de menta, por exemplo, deixam as pessoas mais sensíveis aos efeitos da pneumonia bacteriana do que outros aromatizantes", revela Wanderley. 

O neurologista alerta que as células imunológicas parecem ser desativadas à medida que os pulmões são continuamente encharcados com produtos químicos. Esse processo enfraquece as defesas do organismo contra ameaças como pneumonia ou câncer.

Publicidade

Mesmo os vapes sem sabor são perigosos, como aponta o médico. Isso porque eles ainda possuem outros aditivos químicos em sua composição, como propileno glicol, glicerina, formaldeído e a própria nicotina, que reconhecidamente causa câncer. "O cigarro eletrônico também não é recomendado para gestantes, pois causa danos na gestação", destaca o especialista.

O impacto no cérebro

O Dr. Wanderley estima que milhões de adultos jovens usam os cigarros eletrônicos hoje, já que a maior parte dos usuários têm entre 18 e 24 anos. "É assustador o que pode estar acontecendo em seus cérebros, afetando sua saúde mental, alterações comportamentais e transtorno de humor no futuro", declara o médico.

A preocupação do profissional de saúde tem justificativa: os efeitos no cérebro são marcantes, sendo possível detectar vários marcadores inflamatórios elevados, principalmente na região do cérebro responsável pela motivação e processamento de recompensas.  "A neuro inflamação nessa região está associada à ansiedade, depressão e comportamentos viciantes", completa o Dr. Wanderley.

Publicidade

O uso de substâncias aromatizantes e nicotina através dos cigarros eletrônicos podem levar a danos no cérebro a longo prazo. O médico ressalta que esses danos cerebrais são especialmente assustadores e alarmantes, já que podem causar transtornos do humor e alterações comportamentais, deixando também o corpo adoecido.

Esses cigarros eletrônicos se tornaram populares nos últimos cinco anos, então ainda não é possível saber muito sobre os seus efeitos a longo prazo na saúde. "Um dos maiores perigos associados ao cigarro eletrônico é, justamente, não se saber tanto sobre ele, mas uma coisa é certa: haverá futuramente milhões de doentes em decorrência do seu uso", declara Wanderley.

O caso de Lucas Viana

Lucas compartilhou sua rotina nos stories do Instagram após a hospitalização. Ainda na noite em que foi socorrido, Viana recebeu medicação e realizou exames. Já em casa, o modelo registrou para seus seguidores o momento em que jogou fora todos os seus cigarros eletrônicos. Ele declarou na rede social que costuma ser desobediente, mas dessa vez se assustou muito e, portanto, está seguindo a recomendação dos médicos.

Publicidade
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações