Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Produtores de cimento CSN, Apodi, Mizu, Votorantim e Intercement fazem ofertas por ativos da LafargeHolcim no Brasil, dizem fontes

1 ago 2021 12h34
Compartilhar

As cimenteiras brasileiras CSN Cimentos, subsidiária da Cia Siderurgica Nacional, Cimentos Mizu and Cimento Apodi, na qual a Titan Cement International tem uma participação, estão entre os interessados nos ativos da LafargeHolcim, segundo duas pessoas com conhecimento do assunto.

As três empresas menores fizeram ofertas por um volume maior de ativos da Lafarge, que tem 10 unidades industriais no país, segundo as fontes, que pediram anonimato para revelar conversas sigilosas.

Publicidade

As maiores cimenteiras brasileiras, Votorantim Cimentos SA and Intercement Brasil SA, também apresentaram ofertas, mas apenas por partes do negócio que tem permissão para adquirir por questões concorrenciais.

A Votorantim apresentou oferta por unidades no Nordeste e a Intercement, por unidades no Rio, Espírito Santo e Minas Gerais, segundo as fontes. A compra destas partes poderia ser permitida pelo Cade.

O processo de venda, que está sendo coordenado pelo Itau BBA, não deve ter uma segunda rodada de propostas. A Lafarge deve negociar diretamente com os interessados e anunciar um vencedor ou vencedores em agosto, segundo as fontes.

A Lafarge espera levantar entre 1 bilhao e 1,5 bilhão de dólares com a venda das operações no Brasil, afirmaram.

Publicidade

A LafargeHolcim, Apodi e Mizu não responderam aos pedidos de comentário feitos no sábado. A Intercement preferiu não comentar.

A Votorantim Cimentos disse no domingo que esta sempre atenta a oportunidades de mercado, mas afirmou nao ter feito oferta pelos ativos da Lafarge.

Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações