Tire a ideia do papel e crie hoje o site para o seu negócio com até 35% de desconto

Príncipe envolvido em crime sexual é humilhado em jantar

Andrew tem a certeza de que perdeu o apoio da família real ao fazer tentativa desastrosa de se reaproximar do irmão e futuro rei Charles

11 out 2021 15h21
Compartilhar

O príncipe Charles ofereceu um jantar em sua residência, a Clarence House, em Londres, para coronéis do exército britânico. Por ter servido na Força Aérea e na Marinha de seu País, o herdeiro do trono britânico faz questão de ter boa relação com os militares.

Mas um constrangimento o deixou irritado diante dos convidados. Seu irmão, o príncipe Andrew, surgiu sem ter sido convidado. O filho número 3 da rainha Elizabeth se tornou ‘persona non grata’ na própria família devido ao escândalo de tráfico de mulheres e exploração sexual de menores protagonizado pelo bilionário Jeff Epstein nos Estados Unidos.

Publicidade
Renegado pelo irmão Charles, Andrew só tem o apoio da mãe, rainha Elizabeth, na batalha para não ser preso
Foto: Reprodução / BBC

Andrew era amigo íntimo do magnata que mantinha uma rede de garotas que eram escaladas para sexo em festas com poderosos. O príncipe é acusado de ter transado com uma estudante, Virginia Giuffre, quando ela tinha 17 anos. O nobre foi incluído na investigação. Caso seja denunciado, poderá ser julgado e condenado à prisão.

Desde que essa polêmica explodiu na capa dos tabloides e na TV, Andrew passou a representar um risco à imagem da realeza. Foi obrigado a deixar a vida pública e viver quase isolado em palácios e castelos. Sua presença indesejada no jantar de Charles foi uma tentativa de reaproximação de seu clã. O tiro saiu pela culatra.

O futuro rei não permitiu que o irmão se sentasse à mesa com os comensais. Andrew ficou em uma sala anexa, excluído e enraivecido. De acordo com a imprensa inglesa, os assessores de Charles sugeriram a ele deixar a Clarence House discretamente para evitar embaraço ainda maior. O príncipe foi embora com o orgulho ferido.

Os jornais afirmam que ele perdeu o pouco apoio que ainda tinha de Charles e entrou na mira do sobrinho, William, número 2 na linha de sucessão ao trono. O filho mais velho de Diana prefere que Andrew se afaste definitivamente da família para não contaminar a reputação dos Windsors.

Publicidade

Enquanto isso, Elizabeth se equilibra entre o papel de monarca – que deve manter distância do príncipe encrencado – e o de mãe angustiada com o filho em apuros. O ‘The Telegraph’ descobriu que a rainha paga do próprio bolso 2 mil libras (cerca de R$ 15 mil) por hora a cada um dos vários advogados que tentam livrar Andrew das garras da Justiça americana.

Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações