Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Irmã de Miley Cyrus revela vício em ansiolítico: "poço escuro"

Noah Cyrus revelou que usou a droga pela primeira vez aos 18 anos; confira os detalhes

6 jul 2022 - 15h34
Compartilhar
Noah Cyrus, irmã de Miley Cyrus, revela vício em ansiolítico.
Noah Cyrus, irmã de Miley Cyrus, revela vício em ansiolítico.
Foto: Instagram/@mileycyrus/@noahcyrus / Famosos e Celebridades

Noah Cyrus, de 22 anos, surpreendeu o público ao revelar que está em recuperação de um vício em Xanax, um tipo de ansiolítico que normalmente usado para transtornos de ansiedade e pânico.

A cantora, irmã de Miley Cyrus, contou que tinha usado a droga pela primeira vez aos 18 anos, após o namorado da época oferecer. Ela confessou que o vício a deixou se sentindo como se estivesse em um "poço escuro e sem fundo".

Publicidade

"Tornou-se uma maneira de nos unirmos. Acho que queria me encaixar com ele. Eu queria ser o que ele queria e o que ele achava legal e o que eu achava que todo mundo estava fazendo", disse ela em entrevista à revista 'Rolling Stone'.

Noah ainda disse que sempre estave "cercada por pessoas que conseguiam drogas facilmente", e que preferia tomar Xanax em vez de ilícitos nas festas. "Quando senti que era possível silenciar as coisas por um segundo e anestesiar a dor, acabou. Isso meio que se torna um poço escuro, um poço sem fundo", afirmou a cantora, que cresceu em meio aos holofotes ao lado de Miley.

Devido ao uso da droga, a artista revelou que passou a maior parte da pandemia da covid-19 dormindo até as 20h, e o vício resultou em perda de memória. Além disso, ela também relembrou uma entrevista no lançamento do seu EP, 'The End of Everything', na qual ela mal conseguiu ficar acordada.

"Eu estava completamente cochilando e adormecendo, e incapaz de manter minha cabeça erguida ou manter meus olhos abertos, porque eu estava muito longe", recordou ela sobre a entrevista que não foi exibida.

Publicidade

Noah está em recuperação desde o final de 2020. "Eu não estou tentando ser, tipo, qualquer porta-voz para recuperação ou algo assim. Eu, eu mesma, estou apenas passando por isso e descobrindo. Eu acordo de manhã e sou capaz de me olhar no espelho e continuar meu dia sem me odiar. Sou capaz de me confortar e me nutrir", completou.

Fique por dentro das principais notícias de Entretenimento
Ativar notificações