Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Renault retoma a produção de Kwid e Duster após greve

Após 16 dias com atividades suspensas, fábrica da Renault no Paraná também volta a produzir os modelos Sandero, Logan, Captur e Oroch

24 mai 2022 08h47
Compartilhar
Fábrica da Renault também produz o Kwid
Fábrica da Renault também produz o Kwid
Foto: Renault

Depois de 16 dias com as atividades suspensas por conta de uma greve de funcionários, a Renault retomou na última segunda-feira (23) a produção de carros e motores em São José dos Pinhais (PR), após entrar em acordo com os funcionários. A fábrica da montadora francesa produz atualmente os modelos Kwid, Sandero, Logan, Duster, Oroch e Captur, além do comercial Master nas carrocerias furgão, chassi e para passageiros. As informações são do site Automotive Business.

Com isso, cerca de 5 mil funcionários retornam ao trabalho em dois turnos de produção. Após uma série de reuniões com líderes sindicais, a Renault e os trabalhadores entraram em um acordo em relação à reivindicação dos funcionários sobre o reajuste do pagamento da participação nos lucros (PLR) do biênio 2022/2023. Ainda segundo o Automotive Business, a montadora concordou em pagar R$ 22.500 este ano caso a meta de 198.100 carros produzidos seja atendida. 

Publicidade
Fábrica da Renault em São José dos Pinhais (PR)
Foto: Renault

Por outro lado, se o volume de produção for de 244 mil unidades, o pagamento da PLR será de R$ 27.500. Além da participação nos lucros, a Renault também concordou em reajustar os salários dos funcionários de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), valor que passa a ser R$ 1 mil a partir de junho. De acordo com a Renault, com a greve, a fábrica paranaense deixou de produzir mais de 5 mil veículos e 6,8 mil motores em 16 dias de atividades suspensas.

Vale lembrar que a fábrica paranaense da Renault teve as atividades suspensas mais de uma vez no ano passado pela falta de semicondutores, problema que também afeta outras montadoras no Brasil e ao redor do mundo. O retorno da produção vem em boa hora para a Renault, uma vez que a montadora francesa lançou recentemente no Brasil a picape Oroch com motor 1.3 turbo. 

Nova Renault Oroch Outsider 2023
Foto: Renault / Divulgação

Nos próximos anos, a Renault também vai produzir um novo SUV na fábrica de São José dos Pinhais (PR). Ele terá a nova plataforma modular CMF-B, da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, e um novo motor 1.0 turbo. Ainda não se sabe muitos detalhes sobre o futuro modelo, que pode ser concorrente do Fiat Pulse e do Volkswagen Nivus no segmento de SUVs compactos. 

Projeção do futuro SUV compacto da Renault
Foto: Kolesa/Reprodução

O modelo já foi flagrado em testes no Brasil com a carroceria do Dacia Sandero de terceira geração, e deve chegar ao mercado em 2024. A chegada do novo SUV faz parte da fase “Renovation” do plano estratégico Renaulution, que prevê a mudança da estratégia da Renault de volumes de vendas para valor, passando a focar em modelos e segmentos de maior valor agregado com maior rentabilidade, como o de SUVs.

Publicidade
Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações