PUBLICIDADE

Bridgestone anuncia fim de produção para carros em SP e corte de 600 funcionários

Total de funcionários da fábrica deve cair de 3,4 mil para 2,8 mil. Demissões devem acontecer até o fim deste ano, segundo comunicado

9 mai 2023 - 08h13
(atualizado em 10/5/2023 às 08h07)
Compartilhar
Exibir comentários
Bridgestone anuncia demissão de 600 funcionários e fim de produção para carros no ABC Paulista
Bridgestone anuncia demissão de 600 funcionários e fim de produção para carros no ABC Paulista
Foto: Divulgação

A fabricante de pneus japonesa Bridgestone anunciou o fim da produção de pneus para veículos de passeio na fábrica localizada em Santo André, na Grande São Paulo, e a demissão de 600 funcionários. Em comunicado, a companhia informou que a medida será adotada até o fim deste ano.

Com o fim das atividades na cidade paulista, a produção de pneus de passeio e caminhonete será concentrada na fábrica localizada na cidade de Camaçari (BA) a partir do próximo ano.

“A Bridgestone Brasil confirma que foi comunicado hoje à sua equipe e ao sindicato da categoria uma reestruturação do portfólio de sua planta de pneus localizada em Santo André. A unidade passará a focar na produção de pneus para caminhões, tratores e off-road e Firestone Airide", informou no comunicado.

Atualmente, a fábrica da Bridgestone em Santo André conta com 3,4 mil funcionários. Com as demissões, o número deve ser reduzido para 2,8 mil.

Segundo a fabricante, a mudança faz a decisão é parte de um "processo contínuo de avaliação do negócio e do mercado, para assegurar a competitividade da companhia e determinar a melhor alocação de recursos, otimizando o portfólio, processos e cultura para seguir servindo às necessidades do consumidor e mercado".

Sindicato dos borracheiros

Conforme informativo do Sindicato dos Borracheiros da Grande São Paulo e Região (Sintrabor), a Bridgestone acionou a categoria para uma reunião às 8h30 de segunda-feira, 8, para anunciar a desativação da produção de pneus de passeio na fábrica de Santo André. Segundo o sindicato, o encerramento das atividades significa o fim de 700 postos de trabalho.

O sindicato afirma que marcou assembleias na porta da fábrica para que funcionários dos três turnos de trabalho pudessem ser informados sobre a decisão.

"Também foi decidido que o sindicato fará uma reunião com o nosso departamento jurídico para discutir uma estratégia de luta para a defesa dos empregos dos nossos companheiros", informou o Sintrabor.

Veja abaixo o comunicado da Bridgestone na íntegra:

"A Bridgestone Brasil confirma que foi comunicado à sua equipe e ao sindicato da categoria uma reestruturação do portfólio de sua planta de pneus localizada em Santo André. A unidade passará a focar na produção de pneus para caminhões, tratores e off-road e Firestone Airide. 

Como consequência, a produção de pneus de passeio e para caminhonetes ficará concentrada na unidade da Bahia a partir do fim de 2023. Esta decisão é parte de um processo contínuo de avaliação do negócio e do mercado, para assegurar a competitividade da companhia e determinar a melhor alocação de recursos, otimizando o portfólio, processos e cultura para seguir servindo às necessidades do consumidor e mercado. 

A Bridgestone Brasil também confirma que este processo resultará em um ajuste de sua equipe na planta de Santo André e que está trabalhando junto ao sindicato e seus empregados em oportunidades de redução do impacto desta decisão à equipe da linha afetada".

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade