PUBLICIDADE

Pan 2023: conheça a favela onde nasceu a judoca Rafaela Silva

Cria de favela, a brasileira se tornou a primeira judoca do país a ser campeã olímpica, mundial (duas vezes) e pan-americana

30 out 2023 - 19h32
(atualizado em 1/11/2023 às 12h22)
Compartilhar
Exibir comentários
Rafaela conheceu o judô em instituto na Cidade de Deus
Rafaela conheceu o judô em instituto na Cidade de Deus
Foto: Anderson Neves/CBJ

Rafaela Silva, 31, judoca brasilera que levou o ouro no Jogos Pan-Americanos 2023, é nascida e criada na favela Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro. A atleta é a primeira a ser campeã olímpica, mundial (duas vezes) e pan-americana.

Talentosa desde a infância, Rafaela teve o primeiro contato com algum esporte brincando de futebol na rua, em um campo de terra próximo de sua casa, em Jacarepaguá. E aos oito anos os pais a inscreveram, junto da irmã, Raquel, nas aulas de judô no Instituto Reação, recém montado na Cidade de Deus pelo ex-atleta Flávio Canto. 

Não demorou muito para que o aprendizado rendesse frutos. Aos 16 anos tornou-se campeã mundial júnior. Aos 20, disputou os primeiros Jogos Olímpicos e, aos 21, conquistou a 1ª medalha de ouro do judô feminino brasileiro no Campeonato Mundial Sênior. 

O institudo, que segue em atividade, foi fundado há 20 anos pelo judoca e medalhista olímpico Flávio Canto, seu ex-treinador Geraldo Bernardes e amigos. Promove desenvolvimento humano e integração social por meio do esporte e da educação. Saiba mais sobre o projeto clicando aqui. 

Fonte: Visão do Corre
Compartilhar
Publicidade
Publicidade