0

São Paulo

Hamburguerias de SP inovam nas carnes e acompanhamentos

  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
A batata é um acompanhamento recorrente, mas vem em diferentes versões: chips, brava, rústica, assada, palito com queijo e bacon ou, como na foto, com chili e queijo. A porção é do Buchers Market
A batata é um acompanhamento recorrente, mas vem em diferentes versões: chips, brava, rústica, assada, palito com queijo e bacon ou, como na foto, com chili e queijo. A porção é do Buchers Market
Foto: Divulgação

Depois da explosão de temakerias e restaurantes japoneses em São Paulo, agora é a vez das hamburguerias. Todas as regiões da cidade têm uma mais conhecida ou que tenha ganhado prêmios. No entanto, algumas áreas mais nobres, como os Jardins e o Itaim Bibi, concentram a maior parte das lanchonetes mais famosas. Isso porque esses lugares oferecem ótimas opções para almoços de negócios durante a semana ou passeios no final de semana.

Muitas hamburguerias da cidade merecem a visita, seja pelo ambiente acolhedor, bom atendimento, porções criativas ou boas carnes e excelentes sanduíches. Uma pode ser mais conhecida por ter uma carne diferente, como javali ou cordeiro, outra por ter uma porção de fritas maravilhosa e maionese caseira bem temperada. Mas não se esqueça: assim como um restaurante japonês, você sempre está próximo de uma (ou mais) hamburguerias em São Paulo.

Além dos principais centros de negócios, é possível encontrar lanchonetes em bairros residenciais como Perdizes e Ipiranga. Ou ainda, na rua Augusta, principal ponto da noite alternativa da cidade. Assim, é possível emendar um hambúrguer com uma manhã de trabalho, uma tarde no museu ou até uma noite de balada.

Com a expansão dos hambúrgueres para fora das grandes cadeias de fast food, é possível atualmente encontrar casas de diferentes estilos. Em geral, a ideia é deixar o local mais refinado e caprichar nos pratos e acompanhamentos. Esse estilo é mais claro em casas como o General Prime Burger e Lanchonete da Cidade. Existem ainda as casas com cara de diner americano dos anos 1950, como o Zé do Hambúrguer e o PJ Clarke’s. Por último, há estabelecimentos temáticos como o Rock n’ Roll Burger, uma ode ao estilo musical, ou o Big Kahuna, que faz referência ao filme Pulp Fiction, de Quentin Tarantino.

Os vegetarianos não precisam ficar de fora do programa, pois quase todas as casas oferecem opções veggies que vão além da proteína de soja. Existem pratos feitos com feijão fradinho, quinoa, abobrinha, enfim, uma infinidade de ingredientes. Como os acompanhamentos e sobremesas não ficam devendo em nada para o prato principal, a falta de carne não será, necessariamente, um problema.

Mas para quem gosta de ficar em dia com a sua dose de proteína animal também pode ficar feliz. Os lugares oferecem grande variedade de tipos de carnes – como vaca, porco, frango, javali e até cordeiro; cortes – que vão da tradicional fraldinha até o bife ancho, passando por picanha e coxão mole; e queijos – como parmesão, prato e cheddar. E quem não tem problemas com o colesterol também pode se esbaldar com muito bacon nos sanduíches e porções. A dica é: se não tiver a recomendação de um amigo, oriente-se pelos cardápios online e localização das lojas. Em geral não é preciso fazer reserva, a não ser um bom espaço no estômago.

Veja também:

Como fazer rabo de galo, o verdadeiro coquetel brasileiro
Fonte: PrimaPagina Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade