0

São Paulo

Feira de antiguidades em SP reúne compras, comida e cultura

  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Praça Benedito Calixto é, durante a semana, um pacato e arborizado retângulo encravado no bairro de Pinheiros. Sua calma semanal só é brevemente quebrada pela feira de alimentos que ocorre no local toda terça-feira. Aos sábados, no entanto, a praça se enche de gente que se reúne ali para comer, beber e passear entre centenas de barracas, que vendem objetos tão variados quanto antigas moedas e LPs usados.

Desde 1987, a Praça Benedito Calixto, no bairro paulistano de Pinheiros, abriga, uma das mais tradicionais feiras de antiguidades da cidade. Além disso, os restaurantes do entorno e os artistas que se apresentam no local aos sábados fazem dela um dos mais pulsantes pontos culturais de São Paulo
Desde 1987, a Praça Benedito Calixto, no bairro paulistano de Pinheiros, abriga, uma das mais tradicionais feiras de antiguidades da cidade. Além disso, os restaurantes do entorno e os artistas que se apresentam no local aos sábados fazem dela um dos mais pulsantes pontos culturais de São Paulo
Foto: Caio Pimenta/SPTuris


A fama da praça – batizada em homenagem ao pintor paulista Benedito Calixto de Jesus, autor de vários quadros que retratam a São Paulo do fim do século XIX e começo do século XX – começou a ser construída em 1987. Foi quando surgiu a feira de antiguidades que a colocaria no mapa dos passeios obrigatórios de São Paulo.


Mais de quinze anos depois, o espaço reúne todo sábado mais de 300 expositores, que negociam canetas antigas, relíquias, móveis, moedas, selos, roupas e muitas outras coisas. Na verdade, com paciência, é possível encontrar quase tudo o que se imagina, até máscaras de gás. E, se antes a feira atraía apenas colecionadores, atualmente a praça é também um dos pontos culturais mais pulsantes da cidade.


O coração da praça, por exemplo, abriga uma área de alimentação, na qual se pode beber e comer coisas tão diferentes quanto tradicionais acarajés e deliciosas empanadas. A partir das 14:30, a música toma conta do lugar: nesse momento o grupo Canário e seu Regional começa a tocar seu choro e a colocar as pessoas para dançar, programa que se estende até as 18:30. Já o projeto “O autor na praça” traz, duas vezes por mês, lançamentos de livros e encontros com escritores para bate-papos informais.


Já as ruas do entorno da praça, como a Lisboa, a Cardeal Arco Verde, e a Teodoro Sampaio, reúnem vários bares e restaurantes tradicionais, como o Consulado Mineiro, um dos melhores desse tipo de comida na cidade. A cultura também tem lugar no Espaço Cultural Alberico Rodrigues, instalado na praça desde 1994, e que é um misto de livraria, sala de exposição e lanchonete. Além disso, há várias lojas de objetos de decoração, que vão desde peças artesanais até móveis de design moderno.


Por toda essa variedade de atrações, a Praça Benedito Calixto se tornou um espaço que reúne os mais diversos tipos de pessoas, e onde a festa começa pela manhã, mas não tem hora para acabar.
 

Veja também:

Como fazer rabo de galo, o verdadeiro coquetel brasileiro
Fonte: PrimaPagina Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade