PUBLICIDADE

Cidade do México

Doceria centenária serve quitutes tradicionais do México

ver comentários
Publicidade
Fundada em 1874, a Dulcería de Celaya é um patrimônio arquitetônico e gastronômico da Cidade do México
Fundada em 1874, a Dulcería de Celaya é um patrimônio arquitetônico e gastronômico da Cidade do México
Foto: Ilydia Maria Meirelles Jeuken

Todo mundo conhece pratos mexicanos como taco, nachos e burrito. O que pouca gente sabe, no entanto, é que o país tem doces típicos tão originais e saborosos quanto seus pratos salgados. E o lugar ideal para conhecer esses quitutes é a Dulcería de Celaya. Fundada em 1874, é a doceria mais antiga da cidade e, quase 140 anos depois, segue em funcionamento no centro da Cidade do México. Em seu interior se misturam a elegância da arquitetura do século 19 e deliciosas guloseimas preparadas artesanalmente de acordo com as receitas mais tradicionais.

Nas vitrines da Dulcería de Celaya é possível encontrar mais de 90 doces típicos de várias partes do México. Alguns são velhos conhecidos dos brasileiros, como cocada, merengue e suspiro. Outros têm nomes diferentes, mas são parecidos com os nossos, como o piloncillo (versão local da rapadura), a cajeta (doce de leite mexicano) e o buñuelo (massa frita coberta com açúcar e canela que lembra o nosso bolinho de chuva).

Mas há aqueles que só podem ser encontrados no México, como a alegría (espécie de bolinho de amaranto e mel), o muégano (bolinhas de farinha de trigo unidas por xarope de rapadura e canela), a oblea (espécie de hóstia com xarope de milho e sementes de abóbora), o jamoncillo (doce em barra feito com leite e açúcar, que pode levar nozes ou sementes de abóbora) e o encanelado (biscoito típico coberto com açúcar e canela), entre outros.

Além desses quitutes específicos, os mexicanos gostam muito de frutas cristalizadas – principalmente figo, abóbora e camote (espécie de batata doce local) – e doces com formas de figuras e animais. Nessa categoria se destacam os porquinhos de pão doce ou rapadura; doces de amêndoas e nozes nos mais variados formatos; e as famosas calaveritas, confeitos de açúcar em forma de caveira que proliferam na Dulcería de Celaya na época das comemorações do Dia dos Mortos, no início de novembro.

Cidade do México: Pontos mais badalados da cidade:

Aliás, nesse período do ano as vitrines da doceria se tornam um espetáculo à parte, pois ganham uma decoração toda especial, repleta de miniaturas de caveiras em cenários inusitados. E quem para na frente da loja logo é atraído pelo visual no interior, que parece saído de um filme da belle époque. A decoração é toda em estilo art nouveau, com espelhos franceses, frisos de madeira talhada, piso de azulejos verdes e aparadores de mármore. O ambiente ideal para provar doces cujas receitas, em alguns casos, têm centenas de anos.

Serviço

Dulcería de Celaya
Calle 5 de Mayo, 39, Centro, Cidade do México
Tel.: +52 55 5521 1787

Fonte: PrimaPagina
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade