PUBLICIDADE

buenos Aires

Doce de leite é paixão nacional argentina; veja os melhores

ver comentários
Publicidade
A sobremesa preferida dos argentinos pode ser consumida pura ou em chocolates, alfajores, sorvetes, churros e muito mais
A sobremesa preferida dos argentinos pode ser consumida pura ou em chocolates, alfajores, sorvetes, churros e muito mais
Foto: Shutterstock

Enquanto no Brasil o doce de leite é apenas mais uma entre tantas outras delícias – como o brigadeiro e o quindim – na Argentina ele é uma verdadeira paixão nacional, e pode ser encontrado em chocolates, alfajores, sorvetes, churros, tortas, e no que mais se possa imaginar. Por isso, se você estiver em Buenos Aires, não pode perder a oportunidade de trazer na bagagem um pote desta guloseima. Confira a seguir as melhores marcas à venda no mercado argentino.

Se o que você busca é qualidade, a opção ideal é o Chimbote. Mais macio e claro do que os demais, é um verdadeiro clássico na Argentina. Sua versão premium chega a custar o dobro do preço das concorrentes, mas o investimento vale a pena para os amantes desta delícia.

Buenos Aires: uma cidade apaixonante, a Paris da America Latina:

A Havanna, que é famosa no país pela fabricação de alfajores, também se destaca quando o assunto é doce de leite. Denso e elástico, seu produto é ideal para quem gosta de saborear uma colherada pura, direto do pote. Apesar de ser produzido em Mar del Plata, o doce de leite Havana pode ser encontrado em vários pontos de venda espalhados por Buenos Aires.

Já o La Salamandra é um pouco mais difícil de encontrar nos mercados da cidade, pois a maior parte da produção é voltada para exportação. No entanto, a busca vale a pena. Macio e cremoso, ao saboreá-lo é possível sentir a textura granulada do açúcar.

O San Isidro Labrador é de propriedade da cadeia de sorveterias Munchi’s e, assim como as delícias geladas, é elaborado com o leite de vacas da raça Jersey. Escuro, pesado e muito cremoso, ele pode ser comido puro ou acompanhado de outro doce, como um flan, por exemplo.

Finalmente, o Ilolay tem um dos melhores relações custo/benefício do mercado argentino. Com seu aspecto cremoso e sua elasticidade mediana, não é enjoativo e conquistou um público bastante fiel no país.

Fonte: PrimaPagina
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade