0

Conheça 10 mitos e verdades sobre cruzeiros

Afirmações comuns sobre viagens em navios nem sempre são a realidade

24 ago 2015
08h00
  • separator
  • comentários

Navios que não balançam um milímetro, a água da piscina vem direto do mar, os navios têm open bar o tempo inteiro são algumas das afirmações comuns ao se falar sobre cruzeiros. Mas o que disso é realmente verdade, e o que não passa de mito? Confira 10 mitos e verdades sobre cruzeiros.

1 – O navio não pode partir de uma escala sem todos os passageiros
Mito. Navios têm regras muito rígidas quanto aos horários e, salvo em raras exceções, não atrasam a partida para esperar hóspedes atrasados. Quando o navio faz uma escala, os passageiros são avisados sobre os horários de desembarque, embarque e partida. Caso um hóspede se atrase para voltar, o navio vai embora e o deixa no porto, de onde ele terá que arranjar uma forma de chegar no porto seguinte para reembarcar em seu cruzeiro.

Água salgada nas piscinas é uma das curiosidades sobre cruzeiros
Água salgada nas piscinas é uma das curiosidades sobre cruzeiros
Foto: Royal Caribbean International/Divulgação

2 – A água das piscinas é salgada
Verdade. Em geral as piscinas de navios de cruzeiros marítimos são salgadas. Isso acontece porque elas são abastecidas com a água do mar por onde a embarcação navega. Claro, antes de chegar à piscina ela é tratada e dessalinizada. E esse processo costuma ser feito todas as noites de viagem.

3 – É comum casos amorosos entre hóspedes e tripulantes
Mito. Ok, o amor pode acontecer a qualquer hora, em qualquer local e com qualquer pessoa.  E nada realmente impede que um hóspede e um tripulante se interessem um pelo outro. No entanto, as companhias de cruzeiro têm uma política de tolerância zero para envolvimentos amorosos de tripulantes com passageiros. Caso algum funcionário, qualquer um, até mesmo o comandante, seja pego aos beijos com passageiros, ele ou ela poderá ser demitido imediatamente. Ah, e é praticamente impossível fugir do flagrante, já que os navios possuem câmeras de segurança por toda parte, menos dentro dos quartos.

4 – O comandante pode expulsar um hóspede do navio
Verdade. O capitão é a autoridade máxima dentro de um navio e, apesar de não ser comum, passageiros podem ser expulsos de cruzeiros por ele. E por vários motivos: brigas, roubo de objetos, brincadeiras impróprias como fazer ameaças falsas de bomba, assédio de qualquer tipo contra outros passageiros ou tripulantes, desrespeitar o capitão (óbvio), levar substâncias ilícitas a bordo, por exemplo. 

5 – Você nem vai sentir o navio balançar
Mito. É muito comum ouvir gente afirmar que o navio de cruzeiro não balança, mas não é bem assim. Eles balançam sim, às vezes mais, às vezes menos, dependendo das condições do mar. Na proa, por exemplo, o movimento pode ser bastante acentuado. Mas pode ficar tranquilo, depois das primeiras horas a bordo nosso corpo se acostuma com o gingado das embarcações. 

6 – Se eu viajar sozinho, tenho que pagar por dois passageiros
Verdade. Na maior parte das companhias de cruzeiro as cabines são vendidas com base em ocupação dupla. Assim, alguém que queira viajar sozinho terá que pagar a reserva por duas pessoas. No entanto, há alguns navios que oferecem cabines individuais e a tendência é que mais embarcações passem a contar com esses espaços. Algumas empresas também oferecem descontos para viajantes solitários.

7 – Posso levar bebidas a bordo
Meia-verdade. Depende da companhia, mas muitas não permitem o embarque com bebidas alcoólicas. Caso você compre algo típico do porto visitado, é comum que sua garrafa seja retida no reembarque e entregue no fim do cruzeiro. Algumas companhias, no entanto, permitem que os hóspedes levem bebidas para consumo no navio, geralmente vinho, mas é cobrada uma taxa. 

8 – Cruzeiros têm comida e bebida liberados
Meia-verdade. Sim, os pacotes de cruzeiros incluem as três refeições básicas do dia e bebidas como água, sucos, cafés e chás nos buffets. No entanto, a maioria dos navios de cruzeiro não são all inclusive. Ou seja, em boa parte dos restaurantes especiais são cobrados, e é necessário pagar pelas bebidas alcoólicas.

9 – Gorjetas são obrigatórias
Mito. Ninguém é obrigado a dar gorjetas para os funcionários do navio, mas muitas companhias já cobram uma taxa reservada para isso nos pacotes, além de aplicarem a cobrança de uma taxa de serviço na conta final. Mas mesmo sem obrigação, é sempre legal dar uma gratificação diretamente para aqueles funcionários que lhe atenderam bem durante todo o roteiro. Até porque muitos deles dependem disso para complementar a renda.

10 – Todas as pessoas só falam inglês no navio
Mito. A língua oficial é sim o inglês. Mas nos cruzeiros no Brasil, por exemplo, muitas pessoas da tripulação falam português, já que 25% dos funcionários precisam ser brasileiros. Há também pessoas que falam espanhol, o que facilita a vida de quem mora no Brasil. Mas nos cruzeiros internacionais, sim, o inglês é a língua mais falada.

Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada Conheça o cruzeiro que será novidade na próxima temporada

Fonte: Canarinho Press
  • separator
  • comentários
publicidade