PUBLICIDADE

Fortificação lembra tempo em que Rio era alvo de ataques

Compartilhar

Ela já protegeu o Rio de Janeiro de invasões francesas e holandesas. De fato, nenhum navio pirata conseguiria aportar na cidade sem estar na mira da Fortaleza de Santa Cruz da Barra, em Jurujuba, Niterói. Hoje, essa vista privilegiada da Baía da Guanabara é atrativo para outro tipo de visitante: os turistas.

» Veja mais fotos da Fortaleza de Santa Cruz

Alguns historiadores remetem a origem da fortaleza ao século XVI
Alguns historiadores remetem a origem da fortaleza ao século XVI
Foto: Wikimedia/ Domínio Público / Reprodução

» vc repórter: mande fotos e notícias

» Chat: tecle sobre o assunto

Alguns historiadores remetem a origem da fortaleza ao século XVI, quando o oficial Nicolas Durand de Villegagnon tentou fundar uma colônia francesa no país. Anos depois, a fortificação teria sido tomada pelos portugueses. Outros pesquisadores negam que ela tenha pertencido aos franceses, atribuindo sua construção aos colonizadores lusos logo após a expulsão dos invasores. O fato é que, para Lisboa, ela exercia papel estratégico na defesa do Rio.

A participação histórica da Fortaleza de Santa Cruz extrapolou o período do Brasil Colônia, cruzou os anos imperiais e chegou até a República, quando foi danificada durante a Revolta da Armada. Seu último disparo foi efetuado em 1955, contra o cruzador Tamandaré, a fim de garantir a posse do presidente Juscelino Kubitschek.

Essa história está hoje preservada em grandes muralhas brancas, nos canhões apontados para o mar e nas masmorras onde ficavam os presos políticos, entre eles figuras ilustres como José Bonifácio, Bento Gonçalves, Euclides da Cunha e Juarez Távora. Para conhecer as instalações, a melhor maneira é com a companhia de um guia, treinado entre os soldados que tomam conta do local.

Mesmo quem não tem interesse em sítios históricos vai se encantar com a fortaleza, já que a vista de seu ponto extremo é deslumbrante. Dali, o Pão de Açúcar pode ser observado de um ângulo inacessível da capital fluminense. Azar de quem não atravessar a ponte Rio-Niterói.

Fortaleza de Santa Cruz da Barra - Endereço: Av. Eurico Gaspar Dutra s/n (seguir pela orla de Niterói até o final da última praia, Jurujuba). Horário: de terça a domingo, das 10h às 17h. Visitas guiadas saem a cada meia hora. ngresso: R$ 4. Estudante paga meia.

Fonte: Especial para Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra