PUBLICIDADE

Belém: o que fazer na Estação das Docas

Restaurantes, bares, sorveterias, passeios de barco e outros imperdíveis do famoso complexo turístico às margens da Baía do Guajará

16 mai 2024 - 18h27
Compartilhar
Exibir comentários

Localizada às margens da Baía do Guajará, em Belém , a Estação das Docas é um ponto consagrado e imperdível na capital paraense. Renovada há mais de duas décadas a partir de antigas instalações portuárias , o complexo se tornou um centro popular de atividades culturais, gastronômicas e de lazer.

Fim de tarde glorioso na Estação das Docas
Fim de tarde glorioso na Estação das Docas
Foto: Karinagirassol/Wikimedia Commons / Viagem e Turismo

Com uma história que remonta ao final do século 20, a Estação das Docas foi originalmente construída para servir como ponto de atracação de embarcações e armazenamento de cargas. Ao longo dos anos, testemunhou as transformações da cidade e desempenhou um papel vital na economia e na vida cotidiana dos belenenses. Na revitalização do espaço foram mantidos o maquinário como guindastes e uma máquina a vapor que já se tornaram marcas registradas do complexo. Trata-se de um lugar curinga que pode ser frequentado ao longo de vários dias, principalmente no fim de tarde para ver o pôr do sol e jantar.

O que fazer na Estação das Docas?

A Estação das Docas oferece boa variedade de restaurantes e bares , onde é possível saborear os pratos típicos da cozinha paraense , como peixe de rio, camarão, tacacá e também cerveja artesanal. Durante o dia, a pedida é um almoço tranquilo à beira do rio ou um sorvete na famosa Cairu entre um passeio e outro. O fim de tarde e o jantar são os momentos mais disputados. Veja alguns imperdíveis:

Amazon Beer

Micro-cervejaria que faz a proeza de misturar frutas da amazônia em suas criações com ótimos resultados, como a que leva bacuri e também a IPA maturada com erva chama, usada pelos indígenas para atrair bons fluidos. Para acompanhar, bolinho de pato ao tucupi recheado de jambu.

Cairu

Sem dúvida a sorveteria mais famosa de Belém, com diversas unidades espalhadas na cidade. Vale focar em sabores de frutas dos quais você provavelmente nunca ouviu falar, como araçá, bacaba, murici, taperebá, uxi ou o premiado sabor carimbó, que vem com cupuaçu e castanha do pará.

Capone Trattoria

Quem preferir dar um tempo nos sabores amazônicos, terá no Capone a possibilidade de pedir pizza, lasanha, penne quatro queijos ou também um risoto de maniçoba. 

Marujos Restaurante

Lugar ideal para quem curte a combinação petiscos, torre de chope, drinks, música ao vivo e vista para o rio. 

Tio Armênio

Você escolhe: mesas na parte externa com brisa ou na na parte interna com ar-condicionado. Uma boa pedida são os petiscos, como a unha de caranguejo (lembra uma coxinha) e, como prato principal, o filé de filhote com arroz de camarão.

Passeio de barco na Estação das Docas

Além das opções gastronômicas, a Estação das Docas também abriga de tempos em tempos feiras de produtores e exposições temporárias de artistas locais. Uma atividade muito procurada é o passeio de barco que sai às 17h30 e navega pela Baía do Guajará passando pelo Complexo do Ver-o-Peso, o Forte do Castelo, o bairro da Cidade Velha com as igrejas de Santo Alexandre, da Sé e de Nossa Senhora do Carmo, o Porto do Sal e outros pontos de interesse. O barco tem música ao vivo e dançarinos que colocam os passageiros a arriscar passos do carimbó e outros ritmos paraenses. Saiba mais

Bônus

Point do Açaí - A casa fica a um pulo da Estação das Docas, basta atravessar a rua. O sobrado é muito charmoso e tem uma excelente seleção de pratos paraenses acompanhados de guarnições de açaí branco, preto ou bacaba.

SERVIÇO

Estação das Docas

10h/0h (6ª/sáb até 1h); fechado às terças-feiras; saiba mais

Viagem e Turismo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade