PUBLICIDADE

Vírus conhecido pode causar a próxima pandemia, alertam cientistas

Pesquisadores com experiência em doenças infecciosas classificaram diferentes vírus de acordo com seu potencial pandêmico

22 abr 2024 - 15h51
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Estudo alerta que Influenza é o patogeno mais provável de desencadear uma próxima pandemia devido à alta taxa de mortalidade e possível perda de controle. Outros patógenos também foram destacados.
Foto: iStock

Cientistas estão alertando que uma próxima pandemia poderá ser desencadeada pela variante de um vírus já conhecido: o Influenza, responsável pela gripe. Este aviso surgiu em meio à disseminação de cepas de gripe aviária, anteriormente restritas a aves, que agora estão afetando mamíferos como gado nos Estados Unidos. Os raros casos relatados em humanos têm mostrado uma alta taxa de mortalidade, acima de 50%.

A expectativa de que uma forma do Influenza seja o agente mais provável para provocar uma nova crise de saúde está baseada em uma pesquisa realizada pelo Consórcio VACCELERATE, que envolveu especialistas de diversos países com o objetivo de acelerar os estudos clínicos das vacinas contra a Covid-19. 

Essa pesquisa foi publicada na revista científica Travel Medicine and Infectious Disease e será apresentada na próxima semana durante o Congresso Global da Sociedade Europeia de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas (ESCMID), em Barcelona, Espanha.

Qual a diferença entre gripe e resfriado? Qual a diferença entre gripe e resfriado?

Foram coletadas 187 respostas de especialistas de 57 países. Os pesquisadores, com vasta experiência em doenças infecciosas, foram solicitados a classificar diferentes agentes de acordo com seu potencial pandêmico. O vírus da gripe ocupou o primeiro lugar para 57% dos especialistas, enquanto outros 17% o colocaram em segundo lugar.

O principal autor do estudo, Salmanton-García, da Universidade de Colônia, na Alemanha, explicou: "Temos uma temporada de Influenza todo inverno, o que sugere que há pequenas pandemias recorrentes. No entanto, elas geralmente são controladas devido à falta de virulência das cepas. Mas se uma nova cepa se tornar mais virulenta, esse controle pode ser perdido."

Além do Influenza, outros patógenos destacados incluem a chamada Doença X, que representa um microrganismo ainda não identificado, apontado por 21% dos cientistas como o de maior potencial pandêmico. Uma versão do SARS-CoV-2, o vírus causador da Covid-19, ficou em terceiro lugar, com 8% dos pesquisadores acreditando que ainda possui alto potencial pandêmico.

O estudo também mencionou o SARS-CoV original, que circulou entre 2002 e 2003, o vírus da febre hemorrágica da Crimeia-Congo (CCHF) e o Ebola como outros patógenos preocupantes em termos de potencial pandêmico. Por outro lado, o Nipah, o henipavírus e o vírus da febre do Vale do Rift foram considerados com menor potencial pandêmico.

Os cientistas destacaram que a gripe, a Doença X, o SARS-CoV-1, o SARS-CoV-2 e o vírus Ebola são os patógenos mais preocupantes devido à sua transmissibilidade por gotículas respiratórias e ao histórico de surtos epidêmicos ou pandêmicos anteriores.

Sintomas de covid, gripe e sinusite: qual a diferença? Sintomas de covid, gripe e sinusite: qual a diferença?

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade