PUBLICIDADE

Veja os benefícios da fisioterapia pélvica em cada fase da mulher

A saúde e o fortalecimento dessa região do corpo é fundamental para o bem-estar geral

12 abr 2024 - 15h33
Compartilhar
Exibir comentários

A região pélvica é uma área do corpo humano localizada na parte inferior do tronco, entre o abdômen e as pernas. Ela abriga uma série de órgãos vitais e estruturas importantes, incluindo os órgãos reprodutivos (como útero, ovários e testículos), a bexiga, o reto e parte do cólon. Além disso, também inclui músculos, ligamentos e tecidos conjuntivos que desempenham papéis cruciais no suporte e na estabilidade do tronco e na função dos órgãos internos.

A fisioterapia pélvica é essencial para mulheres em todas as fases da vida
A fisioterapia pélvica é essencial para mulheres em todas as fases da vida
Foto: LightField Studios | Shutterstock / Portal EdiCase

Para as mulheres, essa região do corpo ganha uma maior importância por ter grande influência positiva ao longo da jornada da maternidade, seja entre tentantes, gestantes e no momento pós-parto. Neste contexto, a fisioterapia pélvica tem ganhado cada vez mais adeptos devido à extensa gama de benefícios que oferece para quem busca melhorar a qualidade de vida.

Importância do fortalecimento da região pélvica

A saúde da região pélvica é fundamental para o bem-estar geral, influenciando a postura, o equilíbrio e até mesmo a saúde sexual. "A fisioterapia pélvica é uma área que se concentra no tratamento de condições relacionadas à pelve, incluindo disfunções do assoalho pélvico, incontinência urinária, dor pélvica crônica, disfunções sexuais, dor na relação, constipação, endometriose, diástase, entre outras", explica Cibele Santoli, fisioterapeuta especializada em Saúde da Mulher pela Santa Casa de São Paulo.

A especialista afirma que muitas pessoas ainda não têm conhecimento sobre essa área da saúde e os benefícios que ela pode trazer em todas as idades ao longo da vida. "É comum que as pessoas se preocupem em fortalecer grupos musculares mais evidentes e esqueçam a importância da musculatura do assoalho pélvico para uma vida mais saudável", conta.

A fisioterapia pélvica na infância e adolescência previne problemas e promove saúde
A fisioterapia pélvica na infância e adolescência previne problemas e promove saúde
Foto: George Rudy | Shutterstock / Portal EdiCase

Fisioterapia pélvica na infância e adolescência

Segundo a fisioterapeuta, na infância, essa fisioterapia auxilia no controle da incontinência urinária e fecal, além de contribuir para a correção da má postura. Já na adolescência, promove educação, prevenção e cuidado integral, incentivando o acompanhamento postural, fortalecimento do assoalho pélvico e identificação de possíveis problemas.

Fisioterapia pélvica na idade adulta e velhice

Considerando a idade adulta, a prática se mostra essencial para bem-estar sexual, tratamento e prevenção de prolapsos, incontinência urinária e fecal e dor pélvica crônica. Na gestação, ela é fundamental para o preparo do corpo. No pós-parto, ajuda a recuperar a força e função pélvica, prevenindo e tratando incontinências e prolapsos.

Para opúblico 60+, a fisioterapia pélvica tem como focos a prevenção e o tratamento da incontinência urinária e fecal, além do fortalecimento pélvico, melhorando a qualidade de vida e promovendo a independência.

"É importante que as pessoas tenham consciência da importância não só do tratamento logo nos estágios iniciais dos incômodos, mas também na prevenção, já que as dores causadas pelos problemas tratados pela fisioterapia pélvica podem influenciar diretamente a autoestima e a vida social de quem as sente", finaliza Cibele.

Por Karine Bastida

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade