PUBLICIDADE

Tristeza profunda pode ser superada com atitudes positivas

Tristeza profunda é incapacitante e pode levar a quadros de depressão, de acordo com dados da OMS

6 mar 2016 14h38
| atualizado às 14h41
ver comentários
Publicidade

Ter ânimo para levantar da cama e viver um novo dia pode não ser tão fácil para cerca de 121 milhões de pessoas no mundo. A tristeza profunda que as envolve é incapacitante e pode levar a quadros de depressão, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Auxílio médico é fundamental, principalmente nos estágios iniciais
Auxílio médico é fundamental, principalmente nos estágios iniciais
Foto: iStock

Uma das principais consequências é a crença de que a pessoa não é capaz de viver feliz. Mas se esse é o seu caso, saiba que a realidade pode ser bem diferente. Que tal começar pela mudança de atitude?

Depressão está associada à tristeza profunda

Baixa autoestima, falta de interesse na vida, pouco prazer em exercícios físicos, desânimo com o cotidiano, distúrbio de sono, energia gasta, dificuldade em se concentrar, perda de fome e mau humor são alguns dos sinais mais característicos da depressão.

Geralmente, a doença também vem acompanhada de uma tristeza profunda. Quando a pessoa permanece triste e desanimada por mais de 15 dias, é necessário que se procurem as causas para o transtorno.

O auxílio médico é fundamental, principalmente nos estágios iniciais. O tratamento geralmente inclui terapia e, quanto mais cedo iniciada, maiores as chances de reverter o quadro.

Quando a tristeza complica as relações interpessoais e o cotidiano, é necessário modificar os hábitos e procurar enfrentar a vida com mais saúde e alegria. Assim que as mudanças são percebidas e a pessoa se mostra triste, o apoio familiar combinado ao tratamento terapêutico também são fundamentais.

Para tratar a depressão é comum utilizar medicamentos antidepressivos, que estimulam a produção do hormônio serotonina, responsável pela sensação de prazer. Além disso, recomenda-se a prática de exercícios físicos e busca por métodos alternativos, que estimulem a mente e espiritualidade dos pacientes.

Livre-se da tristeza profunda

Para que a tristeza profunda não assombre seus dias e não provoque a depressão, é necessário ter uma atitude positiva perante a vida. Veja algumas dicas para ser mais feliz e conquistar disposição.

Sol espanta tristeza

Expor-se ao sol pode criar uma armadura contra dias tristes. Isso porque, segundo uma pesquisa da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, entrar em contato com os raios solares faz com que o corpo libere endorfina, o hormônio da alegria.

Exercícios da felicidade

De acordo com um estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, praticar exercícios de três a cinco vezes por semana ajuda no tratamento da depressão. Apenas 50 minutos diários são suficientes para que o organismo produza dois hormônios responsáveis pelo prazer, endorfina e serotonina, provocando a sensação de bem-estar.

Viva em suas condições

Quem aceita suas condições financeiras e de vida vive melhor. Segundo pesquisadores da Universidade de Monterrey, no México, quem não desperdiça tempo reclamando sobre a vida consegue ser mais feliz e aproveita melhor seus próprios recursos. Assim, é possível estabelecer mais metas de vida e conseguir atingir objetivos realistas.

Cabeça ocupada está livre de tristeza

Poucas pessoas realmente ocupadas sofrem com tristeza profunda. Uma pesquisa da Universidade Yonsei, na Coreia do Sul, revelou que aqueles que se mantêm bastante ativos, social e profissionalmente, são mais felizes e dispõe de melhor saúde. Eles conseguem sentir prazer e desfrutar a vida de maneira divertida.

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade