Mito ou verdade? Descubra mais sobre síndrome da boca seca

7 nov 2017
11h00

A xerostomia, também conhecida como síndrome da boca seca, é uma condição caracterizada pela falta ou diminuição de saliva na boca, que normalmente ocorre por problemas nas glândulas salivares.

Foto: Thinkstock

As pessoas que sofrem com essa síndrome não costumam considera-la um problema, porém a xerostomia pode trazer graves consequências a longo prazo, uma vez que a salivação é essencial para o bom funcionamento do aparelho digestivo.

Assim como muitas outras doenças, existem diversas crenças sobre xerostomia. Mas quantas delas são verdadeiras? Hoje nós revelamos alguns dos mitos sobre a boca seca:

A síndrome não tem consequências graves: é um erro pensar que a xerostomia é só um incomodo passageiro. A produção de saliva é fundamental para o ser humano pois tem a função de limpar, proteger e lubrificar a boca. Ela também facilita a fala e é necessária para a digestão.

A xerostomia é rara: esta síndrome pode afetar até 40% da população mundial, especialmente as pessoas que usam medicamentos, além daqueles com mais de 55 anos. É uma condição que pode ser desencadeada por vários fatores, tanto emocionais e fisiológicos.

Não há nenhum tratamento: como é uma condição que pode ter várias causas, os tratamentos também variam muito. Mas eles existem. Para determinar de onde vem a falta de produção de saliva, o recomendado é consultar um especialista, que irá avaliar as origens da boca seca e indicar o tratamento adequado.

Fonte: FF Este conteúdo é de propriedade intelectual do Terra e fica proibido o uso sem prévia autorização. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade
publicidade