3 eventos ao vivo

São Paulo ultrapassa 280 mil casos confirmados de covid-19

Balanço foi divulgado em entrevista coletiva nesta terça-feira, 30, pela Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo

30 jun 2020
13h11
atualizado às 13h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

São Paulo ultrapassou nesta terça-feira, 30, a marca de 280 mil casos confirmados do novo coronavírus. Balanço divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde mostra que são 281.380 casos confirmados da doença, sendo 6.235 deles registrados na últimas 24 horas. O Estado tem 14.763 óbitos pela covid-19, sendo 365 registradas também nas últimas 24 horas.

Governador João Doria (PSDB) em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes
Governador João Doria (PSDB) em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes
Foto: Divulgação/Governo de São Paulo / Estadão Conteúdo

De acordo com o governo do Estado, o número está abaixo de projeções feitas para o mês de junho. O número atualizado para o final do mês será divulgado nesta quarta. A projeção era de 290 mil casos até o final do mês e até 18 mil mortes.

"Amanhã, se encerra o mês e vamos ter o fechamento dos dados de junho. Mas eu queria reforçar que a previsão que nós tínhamos dos óbitos está absolutamente dentro do esperado. Provavelmente os casos que vamos acrescentar até amanhã, nós vamos ficar abaixo dos 15 mil. Esses óbitos estão sendo controlados e monitarados diariamente", afirmou João Gabbardo, que também é membro do Centro de Contigência contra a doença em São Paulo.

A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 66% na Grande São Paulo e de 64,6%% no Estado. De acordo com o balanço, há 5.452 pessoas internadas em leitos de UTI e outras 7.940 em leitos de enfermaria, entre casos confirmados e suspeitos.

O avanço da doença se dá no interior do Estado, que já concentra mais de 30% dos casos confirmados, de acordo com o secretário de Desemvolvimento Regional, Marco Vinholi. Diversas regiões do interior do Estado estão na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva da quarentena e que só permite o funcionamento de serviços essenciais. São elas: Araraquara, Franca, Araçatuba, Presidente Prudente, Marília, Bauru, Sorocaba, Registro e Piracicaba. Algumas cidades, como Campinas, por exemplo, decidiram regredir de fase diante do avanço da doença. Reportagem do Estadão mostra que pacientes de covid-19 que precisam de internação no interior do Estado já têm sido transferidos para hospitais da cidade de São Paulo.

Veja também:

Influencers falam sobre doenças crônicas nas redes
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade