0

Reino Unido será 1º país a vender Viagra sem receita médica

Medicamento é usado para combater problemas de ereção

30 nov 2017
10h30
  • separator
  • comentários

O Reino Unido se tornará, em 2018, o primeiro país a vender o medicamento Viagra (usado para problemas de ereção) sem receita médica. O anúncio foi feito ontem (29) pela fabricante Pfizer. A empresa, de origem norte-americana, já tinha informado no início da semana que recebera o aval da agência reguladora britânica para comercializar o remédio sem a prescrição médica.

As autoridades do Reino Unido esperam que a medida reduza a compra de Viagra em sites ilegais
As autoridades do Reino Unido esperam que a medida reduza a compra de Viagra em sites ilegais
Foto: Getty Images

As autoridades do Reino Unido esperam que a medida reduza a compra de Viagra em sites ilegais, que vendem remédios falsos, já que muitos homens têm vergonha de admitir que sofrem de problemas de ereções e evitam consultas médicas. "Facilitar o acesso ao medicamento estimulará os homens a procurarem ajuda dentro do sistema de saúde e aumentará a conscientização sobre os problemas de ereção", disse Mick Foy, da Agência Reguladora de Produtos Médicos e Sanitários do Reino Unido (MHRA).

As pílulas de 50 mg serão vendidas em todas as farmácias com o nome de "Viagra Connect", mas a compra ficará proibida a pessoas que apresentam problemas cardíacos ou de insuficiência hepática e renal.

Veja também:

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade