PUBLICIDADE

Novo exame pode detectar tumores cerebrais em crianças em apenas 10 minutos

Testes atuais levam semanas para diagnosticar tipo de câncer, o que afeta o início do tratamento

13 jun 2024 - 12h41
Compartilhar
Exibir comentários

Cientistas da Universidade de Birmingham e da Universidade de Newcastle afirmam ter encontrado uma maneira mais rápida e menos invasiva de diagnosticar o meduloblastoma, tipo de tumor cerebral maligno comum em crianças na faixa etária entre 3 e 4 anos ou entre 8 e 10 anos de idade. Por ano, cerca de 52 recebem o diagnóstico da doença.

Crianças tumor
Crianças tumor
Foto: Getty Image

Segundo uma reportagem do The Sun, a equipe de pesquisadores conseguiu identificar com precisão a assinatura química de cada tipo de tumor (são 4 no total) por meio de exames de ressonância magnética. 

A equipe de cientistas identificou com precisão a assinatura química de cada tipo de tumor por meio de exames de ressonância magnética, após testar amostras de câncer. Essas assinaturas funcionam como marcadores metabólicos do câncer, que carregavam também substâncias que podem servir diferenciar cada tipo de tumor. 

"Nossas descobertas sobre diferentes tipos de meduloblastoma com um metabolismo de assinatura detectável podem mudar o jogo para um diagnóstico rápido, e então oferecendo o melhor tratamento possível para as crianças", disse Andrey Peet, principal autor do estudo.

Atualmente os tumores são diagnosticados através de ressonância magnética do cérebro e da coluna; além disso, os médicos também podem coletar pequenas amostras de líquido cefalorraquidiano – chamada punção lombar – para testá-lo.

O novo teste é feito em aparelhos de ressonância magnéticas combinados com inteligência artificial. Os tipos de marcadores químicos encontrados na análise podem fornecer aos médicos informações sobre qual tratamento provavelmente será eficaz e como o tumor pode se desenvolver. 

“Fornecer um diagnóstico rápido usando técnicas inovadoras de digitalização e IA tem o potencial de revolucionar o gerenciamento de pacientes, permitindo o diagnóstico precoce não invasivo, adaptação das decisões de tratamento e redução do período de incerteza para pacientes e pais enquanto aguardam um diagnóstico completo", completou Steve Clifford, presidente de Oncologia Pediátrica Molecular do Centro de Câncer da Universidade de Newcastle.

Sintomas do meduloblastoma

Os sintomas do meduloblastoma estão normalmente relacionados ao aumento da pressão dentro do crânio (pressão intracraniana) e à disfunção do cerebelo. Por exemplo:

  • Vômito
  • falta de coordenação motora
  • caminhar desequilibradamente ou dificuldade em manter o equilíbrio.
  • Dores de cabeça, náusea, letargia e visão dupla.
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade