PUBLICIDADE

Manobra de Heimlich em bebês com engasgo: saiba quando e como fazer

Vídeo de influenciadora utilizando a manobra em filho que engasgou com leite viralizou nas redes, mas especialistas alertam que técnica não deve ser utilizada em engasgos com líquidos

6 jun 2024 - 18h06
(atualizado em 7/6/2024 às 01h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Como fazer Manobra de Heimlich em bebês?
Como fazer Manobra de Heimlich em bebês?
Foto: Dobrila Vignjevic/Getty Images

Na noite da última quarta-feira, 5, a influenciadora Anna Clara Maia compartilhou em suas redes sociais o susto que passou com seu bebê, que engasgou com leite. Em vídeo que viralizou na internet, é possível ver a mãe tentando utilizar a manobra de Heimlich para fazê-lo voltar a respirar. A técnica, no entanto, é recomendada apenas para engasgos causados por objetos sólidos e em casos em que a criança não consegue tossir ou emitir sons, o que indica que as vias aéreas estão completamente obstruídas.

"Esse é um erro comum de acontecer. Mas essa movimentação é para deslocar um objeto sólido que está entupindo a via aérea. Em líquido, não tem como fazer isso", explica Tânia Zamataro, pediatra do Departamento de Prevenção e Enfrentamento às Causas Externas da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Segundo a especialista, o caso recente provavelmente se deve a um refluxo do bebê após a mamada. "Na hora que (o leite) subiu para o esôfago, deve ter batido na entrada das vias aéreas", diz.

Nessa situação, a orientação é diferente. Segundo Zamataro, pais e cuidadores devem levantar o bebê, tirar delicadamente o excesso de leite que está na boca (e não na garganta) e deixá-lo em pé ou sentado, observando de frente sua reação. Se necessário, é possível até dar algumas batidinhas leves nas costas da criança, mas sem exercer muita força. "Em mais de 90% dos casos, o bebê volta a respirar sozinho", explica.

Teste do pezinho: por que esse exame é indispensável para os bebês?
  • 2
    Ministério da Saúde se manifesta contra projeto que tenta revogar vacinação infantil para covid-19

Por este motivo, além de terem conhecimento das medidas de primeiros socorros, pais e cuidadores devem estar atentos para evitar que uma criança engasgue. A SBP orienta que:

  • Deixem o bebê levemente inclinado durante a amamentação, com a cabeça um pouco mais alta que os pés. Para Zamataro, o ideal é esperar cerca de 20 minutos após o arroto para colocar bebês para dormir em posição totalmente horizontal;
  • Ofereçam alimentos bem cortados e em pequenas quantidades, tomando cuidado com comidas que possam se amoldar na via aérea (uvas, tomate cereja, salsicha, por exemplo);
  • Alimentem as crianças apenas quando estiverem acordadas, bem alertas, sentadas ou em pé sem se movimentar (como quando estão andando, brincando, chorando e falando). Nunca alimentar quando elas estão deitadas ou sonolentas;
  • Evitem dar alimentos duros e crocantes até a criança complete 4 anos (pipocas, doces duros, amendoins, por exemplo);
  • Ensinem as crianças a mastigar bem os alimentos;
  • Cuidem dos brinquedos das crianças, evitando que elas coloquem na boca, certificando-se de que são apropriados para a idade e que tem selo do Inmetro.
Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade