PUBLICIDADE

Infertilidade atinge homens e mulheres

Há tratamentos de baixa complexidade e a inseminação intrauterina ou a fertilização in vitro

22 mai 2021 10h38
ver comentários
Publicidade
Alguns casais têm alterações cromossômicas
Alguns casais têm alterações cromossômicas
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

Um dos problemas que afeta mais de 15% da população é a infertilidade, definida pela incapacidade do homem e da mulher após inúmeras tentativas tendo relações sexuais desprotegidas sem conseguirem gerar. Para entender mais sobre esse problema que afeta diversos casais, o SD conversou com a Dra. Paula Fettback, ginecologista e obstetra pela USP.

As principais causas de infertilidade são tanto femininas quanto masculinas. Em torno de 30% dos há fatores femininos, outros 30% fatores masculinos e em outros 30% há fatores de infertilidade de ambos os lados. A endometriose, provocada na mulher é uma doença inflamatória pélvica ginecológica que atinge uma porcentagem da população feminina muito grande e pode levar à infertilidade.

"Outros motivos que causam esse problema são os fatores tubários, devido a doenças infecciosas ou aderências pós-operatórias,  ovários policísticos", explica a doutora. Já no homem, o principal fator ainda é a varicocele, que consiste na presença de varizes nos testículos, além dos fatores comportamentais, como obesidade, tabagismo e estresse.

Como é feito o tratamento?

As principais maneiras de tratar varia com os diagnósticos. Existem os tratamentos de baixa complexidade, que são o coito programado e a inseminação intrauterina ou tratamentos de alta complexidade, que envolvem a fertilização in vitro. Em casos da infertilidade ser mais grave existem alguns fatores determinantes.

Há prevenção?

Uma prevenção concreta não existe, mesmo porque a obesidade, tabagismo, álcool, uso de drogas tudo isso pode fazer com que aumente as chances de infertilidade tanto masculinas quanto femininas. As doenças que levam a infertilidade como ovário policístico, endometriose e varicocele podem ser diagnosticadas e tratadas precocemente dessa maneira existe uma forma que você prevenir que no futuro esse casal sofra com infertilidade.

Mas existem também causas genéticas, que são as mais raras, há casais que têm alterações cromossômicas, cariótipo ou outras afecções hereditárias ou genéticas que estão associadas com a infertilidade também.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade