PUBLICIDADE

Pensar que alimento é rico em calorias acelera metabolismo

15 abr 2014 18h15
ver comentários
Publicidade
Os rótulos podem fazer toda diferença no comportamento hormonal
Os rótulos podem fazer toda diferença no comportamento hormonal
Foto: Getty Images

Muitas pessoas estudam cuidadosamente os rótulos dos alimentos na tentativa de determinar se o produto engorda ou é saudável. Um novo estudo sugere que o conteúdo do rótulo pode ser quase tão importante como o produto em si e cientistas descobriram que o metabolismo das pessoas acelera quando acreditam que estão consumindo um alimento muito rico em calorias. As informações são do Daily Mail.

Por outro lado, o metabolismo fica mais lento quando comemos algo que nossos corpos acreditam ter poucas calorias. A psicóloga Alia Crum, da Columbia Business School de Nova York, fez um estudo para saber o efeito que os rótulos provocavam nas pessoas: ela ofereceu milk-shakes a voluntários, parte dos copos com etiquetas de 620 calorias e outra informando 140 calorias.

Ao medir os níveis do hormônio da fome, após o consumo da mesma quantidade do produto, ele percebeu que as pessoas que beberam o milk-shake de alto teor calórico diminuíram em três vezes os níveis do hormônio – que controla a fome e a velocidade do metabolismo - do que o outro grupo de voluntários. A sugestão de Crum para as pessoas que querem perder peso é comer alimentos leves, mas que as façam acreditar que são altamente calóricos.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade