5 eventos ao vivo

Depois de ser deixada por "engordar" o namorado, mulher perde 45 kg

30 abr 2013
14h01
atualizado às 14h01
  • separator
  • comentários

A britânica Vikki Canniford perdeu mais de um terço de seus 120 kg após seu namorado romper o relacionamento alegando que ela o fazia engordar. Segundo o jornal The Sun , o choque da separação, que ocorreu há um ano, incentivou Vikki a eliminar 45 kg. Por meio de amigos, ela descobriu que o homem com quem manteve um relacionamento por quatro meses reclamava que ela estava fazendo com que ele ficasse gordo, pois amava pizza, bolo e chocolate. "Ele dizia coisas horríveis sobre mim para as pessoas. Sim, eu era grande, mas não o fazia comer", afirmou ela.

<p>Vikki monitorou sua perda de peso por um diário de fotos</p>
Vikki monitorou sua perda de peso por um diário de fotos
Foto: Reprodução/The Sun

A situação com o ex-namorado piorou ainda mais quando Vikki viu fotos do casamento de uma amiga e não gostou nem um pouco de sua aparência. "Eu estava horrível em todas as fotos. Enquanto olhava aquilo fui confrontado a dura realidade do quão gorda eu havia me tornado. Estava muito acima do peso. Ficava o tempo todo de legging. Para ser honesta, escolhi ignorar a situação", disse.

Com 1,52 m e 120 kg, Vikki estava realmente obesa. "Segui uma dieta errada a vida toda. Quando criança eu era gordinha, na adolescência eu era a maior do meu grupo de amigos. Eu era louca por pizza, bebidas alcoólicas e lanches na madrugada. Sempre comia até me sentir mal. Lembro da mãe de outro ex uma vez falar na minha frente ‘você sempre escolhe as gordinhas’. Eu fiquei mortificada”, contou.

Vikki disse ainda que tentava perder peso para as férias ou ocasiões especiais, mas sempre encontrava mais motivos para comer. "Eu tentei fingir que era feliz, mas, na realidade, eu era uma mulher gorda, com uma garota magra dentro desesperada para sair. Sapatos machucavam porque estavam sempre apertados e as roupas sempre me apertavam. Eu me recusava a comprar um tamanho maior do que 20, mesmo sabendo que o certo seria o 24", disse.

A confiança de Vikki despencou. Ela procurou um médico na esperança de fazer uma cirurgia de estômago, mas não acreditava que essa seria a solução. "Eu estava chegando aos 30 e queria começar uma família, mas com ninguém demonstrando o mais remoto interesse por mim era hora de encarar essa batalha", afirmou.

Um dos amigos de Vikki tinha tentado o Plano de Peso Cambridge, no qual você troca alimentos por shakes, sopas e barrinhas, que serviu de exemplo para ela. Em janeiro, Vikki passou a monitorar sua perda de peso tirando fotos a cada mês para visualizar seu progresso. "Segui o plano 100% e passei a diminuir um tamanho de roupa por mês. Graças ao meu diário de fotos pude ver meu corpo mudando. Minha barriga foi ficando cada vez menor, meu peito estava levantando. Eu parecia mais feliz, mais saudável e muito mais jovem", contou.

Vikki começava o dia com um milk-shake de chocolate e menta e um mix de chocolate no almoço. No jantar ela comia frango ou peixe com salada ou outro shake. Em cinco meses, já havia reduzido seu peso para 75 kg. Agora, ela já adicionou novos alimentos à dieta, que continua mais equilibrada. "Mantive as porções pequenas. Pela primeira vez, eu me tornei capaz de desfrutar a comida e não apenas colocá-la na boca o mais rápido que pudesse", explicou.

Comprar roupas se tornou um prazer e sua vida social passou a melhorar. Até o ex- namorado ligou dizendo que estava errado e que queria tentar novamente. "Foi ótimo receber aquele telefonema, mas agora sou uma nova mulher. Sim, eu posso ter perdido um namorado, mas eu tenho algo muito melhor - a minha dignidade", defendeu. Hoje ela está noiva de outro homem.

"Perder peso me deu o impulso de confiança que eu precisava. Eu sou muito mais feliz, mais saudável e mais apta. Eu costumava odiar exercício. Eu dirigia para toda parte e só a ideia de ter que andar me fazia estremecer. Agora eu adoro malhar. Eu ando para todos os lugares que posso, vou à academia, frequento aulas de aeróbica e ando de bicicleta. Estou pronta para tentar novas aventuras".

Dieta anterior - 3.500 calorias
Café da manhã: bagel, manteiga de amendoim e mel.
Almoço: batata frita ou assada coberta com manteiga e queijo.
Jantar: junkfood.
Lanche: saco grande de batata frita.

Dieta atual – 1.200 a 1.400 calorias
Café da manhã: torrada integral com marmite (espécie de geleia salgada vendida na Inglaterra)
Almoço: batata assada com maionese e atum.
Jantar: frango com salada e um iogurte.
Lanche: maçã.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade