PUBLICIDADE

Como cuidar da saúde oral das crianças? Dentista esclarece principais dúvidas

A saúde oral das crianças pode ser um grande desafio para os pais ou responsáveis. Para ajudar, especialista conta como manter uma rotina de cuidados

30 jun 2022 - 16h00
Ver comentários
Como cuidar da saúde oral das crianças? Dentista tira principais dúvidas
Como cuidar da saúde oral das crianças? Dentista tira principais dúvidas
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

A saúde oral das crianças pode ter um início complicado para os pais ou responsáveis. Pensando nisso, a cirurgiã-dentista da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ana Carolina Pinheiro, esclarece as cinco dúvidas mais comuns que geralmente surgem, especialmente sobre como fazer a higienização oral de forma eficaz e prazerosa para toda a família.

  1. Quando iniciar o cuidado com a saúde oral?

A profissional explica que o ideal é que os responsáveis procurem realizar uma consulta com o odontopediatra ainda durante a gravidez para realizar a instrução de higiene oral do recém nascido.

"Quando isso não acontece, não é preciso aguardar a chegada do primeiro dentinho. Mesmo sem dente, o bebê deve ir ao dentista para que os pais recebam as orientações para aquele momento ou para o futuro próximo, como orientação dos próximos dentes a nascer. Entre eles: como realizar a escovação, como evitar cáries, uso de chupeta e mamadeira, avaliação clínica da face, dentes e língua do bebê", justifica.

Segundo Ana, após a primeira consulta é importante manter o acompanhamento regular. Os retornos são agendados de acordo com a necessidade de cada paciente.

  1. Quando começar efetivamente a escovar os dentes da criança?

A especialista esclarece que a recomendação da Academia Brasileira de Odontopediatria e da Associação Americana de Odontopediatria é iniciar a higienização com escovação após o surgimento do primeiro dentinho. "É necessário, também, o uso de uma escova de dente apropriada para idade e uso de pasta fluoretada na quantidade correta", afirma.

  1. Qual a quantidade correta de flúor na pasta de dente?

Ana relembra a recomendação da abo-odontopediatria (Associação Brasileira de Odontopediatria): as crianças devem fazer uso de dentifrício fluoretado com 1000 ppm. Isso vale, segundo a associação, para todas as crianças, independentemente da idade.

Ainda segundo a associação, o mais importante é controlar a quantidade utilizada do dentifrício. O ideal é uma quantidade mínima, equivalente a um grão de arroz cru. Para as crianças menores, é imprescindível saber que a responsabilidade e o cuidado com a quantidade é sempre dos pais e/ou cuidadores.

  1. Deve-se usar o fio dental em crianças?

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, os dentes de leite costumam ser espaçados. No entanto, caso eles estejam muito juntos um do outro e a escova não consiga alcançar certas áreas, é permitido passar fio dental com cuidado. "Em crianças com dentes muito juntinhos devemos usar fio dental", complementa Ana.

  1. Como tornar a escovação um hábito divertido?

Algumas crianças costumam detestar a rotina de escovação. A dentista explica que, por cona disso, é muito importante fazer com que os momentos de cuidado com a saúde oral se tornem hábitos divertidos para a criança.

"É importante deixar a criança escovar primeiro sozinha para ela ir se acostumando com o hábito e depois o responsável deve escovar. É interessante deixar as crianças escovarem os dentes do responsável e dos brinquedos. Torne o momento divertido com brincadeiras criativas como cantar músicas e contar histórias. É muito importante evitar criar traumas e falar sobre o bicho que vai comer o dente ou que o dentista vai arrancar seus dentes caso não escove os dentes." finaliza.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade