PUBLICIDADE

Celulite Tem Cura?

Uma das coisas que mais incomodam as pessoas no processo de emagrecimento é a celulite.

31 mar 2024 - 08h18
Compartilhar
Exibir comentários

Celulite é o nome popular da lipodistrofia ginoide, que é o acúmulo de gordura embaixo da pele. Caracteriza-se pelo aspecto ondulado da pele, tipo "casca de laranja", em algumas áreas do corpo e afeta cerca de 95% das mulheres após a puberdade. O principal sintoma é o aparecimento de uma camada adiposa com furinhos nas coxas, nos quadris, nas nádegas e na barriga. Os principais fatores que causam a celulite são: genética, biotipo, distribuição de gordura, peso, flacidez cutânea, sedentarismo, alterações circulatórias, problemas hormonais e alimentação desregulada.  

A celulite pode ser dividida em quatro graus:

Grau 1: sem ondulações ou irregularidades. Ao comprimir a pele, surgem pequenas ondulações e "furinhos". Grau 2: ondulações e "furinhos" já são percebidos sem comprimir a pele. Grau 3: nódulos claramente perceptíveis. Grau 4: vários nódulos, celulite "dura". Há inchaço, comprometimento da circulação de retorno, pele com aspecto acolchoado. Porém, hoje já existem diversos tratamentos que podem reduzir esse quadro; aliados à uma alimentação balanceada e exercícios físicos. [caption id="attachment_4483" align="alignnone" width="300"]

Celulite Tem Cura
Celulite Tem Cura
Foto: Sou Mais Bem Estar

© Изображения пользователя Алёна via Canva.com[/caption]

Os principais procedimentos realizados para combater essa gordurinha tão temida pelas mulheres são:

Ativos injetados para desinflamar e dissolver a celulite. Bioestimuladores de colágeno, que estimulam a produção pelo próprio organismo, que vai trazer mais firmeza à pele, diminuindo a flacidez. Enzimas injetadas diretamente no tecido gorduroso com o objetivo de diminuir os "furinhos" (desde o caso mais simples até o mais avançado) por meio da destruição de moléculas, que causam a celulite. Ultrassom microfocado, que favorece a quebra das moléculas de gordura, através do aquecimento da pele na área, promovendo a microagulação dos tecidos e estimulando o colágeno da região. A hidroxiapatita, também é muito popular e procurada para promover a harmonização do glúteo, que associada ao bioestimulador de colágeno, promovem uma harmonização no "bumbum", preenchendo a região afetada pelos tão temidos "furinhos".

Fonte: Dra. Marina Orlanda | Esteticista e graduanda em Biomedicina, vem se dedicando há anos nas mais diversas técnicas e aparelhos para tratar a celulite. | @clinicamarinaorlanda
Sou Mais Bem Estar
Compartilhar
Publicidade
Publicidade