PUBLICIDADE

Treino de braço: 6 dicas para fortalecer bíceps e tríceps

Conheça métodos práticos e simples de ganhar massa muscular nessa região

12 nov 2021 08h45
| atualizado em 19/11/2021 às 17h09
ver comentários
Publicidade
Treino de braço
Treino de braço
Foto: Shutterstock / Sport Life

O treino de braço é um dos queridinhos da musculação. Principalmente para os homens, a região é uma das que recebem mais atenção na academia. Afinal, talvez, essa seja uma das musculaturas que mais chamam a atenção em um físico masculino e, geralmente, é a primeira a ser notada. No entanto, já vimos por aqui que trabalhar os membros superiores também é fundamental para as mulheres. Evita lesões, combate flacidez e potencializa a execução de outros exercícios.

Por isso, consultamos o treinador Leandro Twin e ele separou seis dicas valiosas para ganhar massa muscular no treino de braço e deixar os bíceps e os tríceps mais bonitos. Confira:  

1 - Não adianta treinar só bíceps

O bíceps é o musculo que fica na parte frontal dos braços. Aquela "bolinha" que aparece quando fazemos a famosa pose do "muque". No entanto, ele não é nem de perto a maior musculatura dos braços. Esse papel é ocupado pelo tríceps, que fica na região posterior do corpo e é responsável por dar mais volume aos braços. Portanto, dar atenção para os dois músculos é fundamental.

2 - Dê ênfase ao treino de braço

Se o seu principal objetivo, no momento, é conquistar braços maiores e mais fortes, o ideal é redobrar a atenção com eles. Para isso, Twin indica que a região deve ser treinada duas vezes por semana, enquanto as outras musculaturas serão trabalhadas somente uma vez. Cuidado apenas para não exagerar na frequência.

3 - Deixe o músculo descansar

O treino de musculação é a ferramenta que vai enviar estímulos de crescimento e evolução para o físico. No entanto, para que o organismo consiga receber essa informação e fortalecer a musculatura, é preciso um tempo de descanso. A dica do treinador é treinar bíceps e tríceps, junto com costas e peito nos dois primeiros dias da semana. E então, na sexta-feira, realizar apenas o treino de braço. "Você treina junto com o sinergista para que o músculo consiga um tempo de descanso", pontua Twin.

4 - Escolha os exercícios corretos

Para quem quer potencializar treino de braço, ao trabalhar a região do peito, por exemplo, uma boa ideia é optar por exercícios que utilizem mais os tríceps. Já ao realizar séries de costas, procure movimentos que favoreçam o trabalho dos bíceps.

"Quando você for treinar o peitoral faça mais exercícios de supino ao invés de crucifixo, você irá pegar tríceps como sinergista. Nos treinamentos de dorsais tente optar sempre por usar mais a pegada supinada (ou no máximo a neutra) do que a pronada", aconselha o treinador.

5 - Atenção com os estímulos

Ser grande não significa ter um físico bonito. Por isso, se a ideia é aumentar os braços para buscar mais proporção corporal, dê preferência para bíceps e tríceps em todos os treinos. "Pensando em melhorar os braços, quando você treina com peitoral e tríceps, comece pelo tríceps e depois vá para o peitoral. Obviamente vai ter uma queda nos treinamentos de peitoral, mas isso não é relevante nessa fase", aponta o especialista.

6 - Não passe do ponto no treino de braço

"Muitos dos meus alunos exageram em exercícios de bíceps e tríceps, que são músculos pequenos, estressam muito rápido e têm um recrutamento muito alto em outros exercícios. Então, não faça tantas séries por semana. Mais ou menos 10 ou 12 séries para cada um desses músculos em cada sessão de treinamento, nessas duas vezes por semana, está excelente. Treine até a falha sempre", finaliza Twin.

Sport Life
Publicidade
Publicidade